sábado, 19 de fevereiro de 2011

RELATIVIDADE DO SER




Como sou pequenino
Diante dos meus sonhos
Como sou insignificante
Diante dos desafios dos ideais
Como sou limitado
Diante dos meus desejos!


Como seria ilimitadamente nada
Sem os meus sonhos
Sem os meus ideais
Sem os meus desejos!

De Valdecy Alves
Do Livro de Poesias: Travessia
Página nº 56

3 comentários:

michelly disse...

Adorei sua poesia.Valdecy
Nunca deixe seus sonhos ir embora, se pode sonhar, pode realizar-lo.

Washington Alves disse...

Olá valdecy, parabéns pelo excelente blog, matérias maravilhosas, design excepcional. Adorei a macro fotografia da flor regional. Admiro seu grandioso trabalho de levar ao mundo por meio da informação visual, o que muitos não podem ter acesso. Boa sorte e permaneça sempre neste caminho.

Arides Zaranza disse...

Pelo pouco tempo que mantenho contato contigo, sei que voce é um homem de de luta...admirável! E agora me revela sua sensibilidade para a arte literária, a poesia...
Obrigada por compartilha-la comigo, fiquei encantada!

Related Posts with Thumbnails