sábado, 7 de julho de 2012

PROFESSORES DE TABULEIRO DO NORTE SE REÚNEM COM O MUNICÍPIO E COM O DIEESE – NA SEDE DA FETAMCE - FAZENDO ESTUDO DAS CONDIÇÕES ECONÔMICAS DO MUNICÍPIO QUE PODE SIM PAGAR A IMPLANTAÇÃO DA CARREIRA QUE TENTOU ANIQUILAR NO ANO DE 2012!


Á sua esquerda: Nélia Presidenta do Sindicato dos Servidores de Tabuleiro do Norte
Valter Saraiva - Representante da FETAMCE - Dr. Valdecy e Dra. Ilíada Karnak
À Direita Antonio Marcos - Debatendo a situação econômica do Município
Com o Assessor de Tabuleiro e Economistas do DIEESE
(Fotos: Mara Paula/Valdecy - se copiar cite a fonte)
No último dia 04/07/2012, das 09:00h às 12:00h, na sede da FETAMCE, http://www.fetamce.org.br/, ocorreu reunião do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Tabuleiro do Norte - SIMSEP -  com o Município, representando pelo economista Irineu Carvalho, com a presença da FETAMCE, através de Valter Saraiva, dos economistas do DIEESE e da assessoria jurídica do SIMSEP. Tudo com objetivo de comparar o estudo do economista do Município sobre as finanças municipais, com o estudo dos economistas do DIEESE, na busca da solução do impasse entre a categoria dos professores e o Município. 

Á sua esquerda: Nélia Presidenta do Sindicato dos Servidores de Tabuleiro do Norte
Marunice também do Sindicato - Valter Saraiva - Representante da FETAMCE - Dra Mara Paula e Dra. Ilíada Karnak
À Direita Antonio Marcos - Debatendo a situação econômica do Município
Com o Assessor de Tabuleiro e Economistas do DIEESE
 PELO ESTUDO DO MUNICÍPIO, feito pelo economista Irineu Carvalho, o Município está tão pobre, que pode precisar de pedir esmolas e doação da categoria, que talvez possa ajudar fazendo um bingo ou uma vaquinha, para doar para Tabuleiro do Norte no pagar suas contas municipais: água, luz, telefone,etc.  Devendo dar graças a deus, pelo miserável piso pirata co MEC ainda está sendo pago em dia, mesmo sem respeito à carreira. Importante lembrar que o economista Irineu Carvalho é assessor da  APRECE e de dezenas de Municípios, responsáveis por um verdadeiro massacre à implementação da lei do piso e cruel destruição dos planos de carreira. 

O QUE DEVE SER OBJETO DE ESTUDO DE MONOGRAFIAS, sobretudo dos professores que estão  se pós-graduando em História, POIS TUDO OCORRE DENTRO DE UMA FILOSOFIA QUE: 1) VÊ O PROFESSOR COMO DESPESA A SER DEBELADA; 2) POLÍTICA EDUCACIONAL COMO ALGO DESPREZÍVEL, NÃO COMO DIREITO HUMANO FUNDAMENTAL E DE QUALIDADE; 3) O FUNDEB COMO FONTE DE RECURSOS PARA OUTROS FINS MENOS PARA EDUCAÇÃO; 4) DIRIGENTES SINDICAIS COMO INIMIGOS POLÍTICOS; 5) SINDICATO COMO COLETIVO DE BADERNEIROS; 6) GREVE COMO CONDUTA CRIMINOSA; 7) ESCOLA COMO LOCAL PARA FORNECER MERENDA, UMA ESPÉCIE DE RESTAURANTE ESCOLAR; 8) A APLICAÇÃO DE 60% DO FUNDEB EM REMUNERAÇÃO COMO APLICAÇÃO MÁXIMA, TETO, NÃO COMO MÍNIMO, PISO; 9) O PAGAMENTO DE ABONO COMO ESMOLA PARA O DESGRAÇADO PROFESSOR e 10)  PAGAR O SALÁRIO EM DIA COMO UM FAVOR!  S  I  N  C  E  R  A  M  E  N  T  E !!! Que visão desgraçada!

Ao Fundo: Assessores do DIEESE a serviço da FETAMCE
Economistas:  Rosilene (blusa preta) Reginaldo Aguiar (blusa azul)
De camisa branca: Irineu - O mais competente assessor da APRECE e dos Municípios
Que acabaram com o direito ao piso e aniquilaram a carreira do magistério no Ceará
A história não esquecerá esse massacre aos direitos sociais e à qualidade da educação do Estado

PELO ESTUDO DO DIEESE:  Há dinheiro para implementar a carreira, que o Município criou em anos anteriores e antes de implementar destruiu e busca aniquilar.  SABE-SE EXATAMENTE QUE POLÍTICA EDUCACIONAL RESULTARÁ DESSA COMBINAÇÃO DE ATAQUE AO PISO E À CARREIRA: Educação de má qualidade!  Por isso que a atual Administração colecionará o histórico das maiores greves na Educação e pode fechar seu mandato com mais greve e em pleno período eleitoral - O QUE JÁ OCORREU! Caso continue com a postura intransigente e radical quanto a acabar com a política educacional do Município e ignorar 03 princípios básicos contidos no artigo 206, da Constituição Brasileira:

Art. 206. O ensino será ministrado com base nos seguintes PRINCÍPIOS:

I – [...]
V - valorização dos profissionais da educação escolar, garantidos, na forma da lei, planos de carreira, com ingresso exclusivamente por concurso público de provas e títulos, aos das redes públicas;(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 53, de 2006)

VII - garantia de padrão de qualidade.

VIII - piso salarial profissional nacional para os profissionais da educação escolar pública, nos termos de lei federal. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 53, de 2006)


O PRÓPRIO CAPUT DO ARTIGO 206 ACIMA DENOMINA O DIREITO AO PISO E TAL PISO COMO O PISO BASE DA CARREIRA, COMO PRINCÍPIOS. Tem-se que a luta dos profissionais da educação básica do Município é uma luta pelo respeito à Lei Maior do País, que em Tabuleiro do Norte de nada vale. Não existe VALORIZAÇÃO, o PLANO DE CARREIRA FOI DETONADO e nada de carreira até o presente, o que redunda em DESVALORIZAÇÃO; O Piso foi convertido numa pisada, adota o piso pirata e sequer concedido o 1/3 da jornada para atividade extraclasse da categoria. 

O terceiro princípio ( Educação de Qualidade) o direito da sociedade à educação de qualidade depende dos outros dois: 

1) VALORIZAÇÃO DO PROFESSOR ATRAVÉS DE JUSTOS PLANOS DE CARREIRA PARA OS PROFESSORES QUE DEVEM SER CONCURSADOS  e  

2) PISO JUSTO PARA CADA CLASSE DA CARREIRA, VALORIZANDO MAIS QUEM MAIS INVESTE NA FORMAÇÃO! Pura ficção em Tabuleiro do Norte.

COMO ESTÁ NÃO PODE FICAR! O QUE DEIXA CRISTALINO QUE A POLÍTICA EDUCACIONAL DE TABULEIRO DO NORTE É A PIOR DO ESTADO DO CEARÁ, POIS É A QUE MAIS MALTRATA SEUS PROFESSORES, A QUE MAIS DESRESPEITA, QUE  FAZ DO ATUAL PREFEITO O PREFEITO INIMIGO Nº 01 DO DIREITO À EDUCAÇÃO  DE QUALIDADE NO CEARÁ E COMO SE DIZ:  Num estão nem aí!  Então vem a pergunta: QUE MUNICÍPIO É ESSE, QUE PAÍS É ESSE:





Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails