domingo, 12 de maio de 2013

A LUTA DO MOVIMENTO SINDICAL DO SETOR PÚBLICO CONTRA VIOLAÇÃO A DIREITOS SOCIAIS – CONTRA A TIRANIA DE PREFEITOS E GOVERNADORES – CONTRA A CORRUPÇÃO GENERALIZADA E CONTRA O DESCOMPROMISSO COM A COISA PÚBLICA – O PAPEL DOS DEMAIS PODERES REPUBLICANOS - A CIDADANIA ESFRANGALHADA E ESTRATÉGIA DO MOVIMENTO SINDICAL NO MEIO DESSE CONTEXTO CAÓTICO E INFERNAL – UMA REFLEXÃO NECESSÁRIA À LUZ DA CIÊNCIA POLÍTICA!

Professores do  Estado do Amapá em Greve - Sofreram a Maior fraude praticada contra a lei do piso em 2013
Lutam por seus direitos sociais e pela educação de qualidade
A CULTURA DE VIOLAÇÃO A DIREITOS SOCIAIS  DOS SERVIDORES  PÚBLICOS:  Os principais  direitos sociais dos servidores violados: o direito ao anuênio, concessão de licença prêmio, direito ao salário mínimo, direito à isonomia, concessão de progressão na carreira, a reajuste anual,  direito à insalubridade, direito ao piso, direito de manifestar-se, direito do professor ao piso nacional, direito de exercer o direito de greve... são alguns exemplos do que ocorre em todos os Município e Estados brasileiros. No mínimo, alguns dos direitos acima são violados em todos os entes da República. MAS SE O ARTIGO 37 DA CONSTTIUIÇÃO FEDERAL IMPÕE O PRINCÍPIO DA LEGALIDADE, PRA QUE SERVE ENTÃO A CONSTITUIÇÃO, SE OS GOVERNANTES PISAM-NA E A RASGAM??? Resta claro que a vontade da lei está abaixo da vontade dos que governam, democracia embrionária, fraca, mais atrasada que a democracia dos gregos antes da era cristã.

Campanha Salarial Nacional dos Servidores Municipais do Brasil - CONFETAM
Pauta Econômica e Política como bandeiras mínimas nacionais
A TIRANIA DE PREFEITOS E GOVERNADORES:  Se todos têm medo de opinar e ser punidos pelo prefeito da cidade ou pelo governador do seu Estado e se todos desconfiam um dos outros, com medo do colega de trabalho ou vizinho do bairro dedurar para o chefe. Se todos precisam esconder em quem votou ou tem até de deixar de falar e cumprimentar velhos amigos e familiares, que são de oposição ou que pensem diferente do grupo que está no poder político, não se preocupe amigo ou amiga, VOCÊ ESTÁ ATÉ O PESCOÇO MERGULHADO NUMA TIRANIA, COMO NO INFERNO DE DANTE AQUELES QUE ESTÃO DE PÉ, NUM LAGO DE DEJETOS ATÉ UM MILÍMETRO DO NARIZ, DE PÉ NA PONTA DO PÉ E DE QUANDO EM QUANDO TÊM QUE SE BAIXAR, POIS VEM UMA LÂMINA RENTE AOS DETRITOS DA GRANDE FOSSA INFERNAL E DECAPITA OS QUE NÃO MERGULHAREM AS CABEÇAS NOS FÉTIDOS DEJETOS EM DECOMPOSIÇÃO!

Então você não vive, você vegeta. Escravo da necessidade, pois certamente não é um cidadão ou cidadã, quem com medo de passar fome ou ficar sem trabalho, converte-se num escravo. Uma vez cedendo seu direito à liberdade de expressão, deixar de  expressar livremente o seu voto, evitar debater  temas políticos, declarando-se apolítico, ou tema declarar em quem votou e queda-se perante violações aos seus direitos sociais, dentro do juízo que poderia ser pior... VOCÊ ESTÁ NUMA TIRANIA É À BEIRA DE SER UMA COISA. Num universo assim a simples cidadania mais elementar, torna-se uma utopia. Reina a escravidão, tem-se um ditador, que geralmente se apossou da máquina e dos bens públicos. Realidade reinante, sobretudo no Estado do Ceará, com tiranos de toda espécie, e fazendo jus ao ditado popular “ que o pior feitor é o que já foi escravo” os ditadores da esquerda são piores que os ditadores da direita.

Caminhada pelas ruas em Defesa da Moralidade Pública na Administração - pauta Política
FETAMCE - CEARÁ - CONTRA O DESMONTE E A ROUBALHEIRA
A CONIVÊNCIA DO PODER LEGISLATIVO: Assustadora em todos os níveis. A NÍVEL  FEDERAL deputados e senadores, cujo maior talento, há décadas, é a capacidade de produzir escândalos sucessivos, sem fim, e cada um pior que o outro, ser conivente com os abusos do Poder Executivo Federal e abrir mão de sua autonomia, requisito básico para poder fiscalizar e legislar com eficácia. Através de medidas provisórias, o Congresso Nacional encontra-se suprimido e muitas vezes o STF tem que legislar através de mandados de injunção. A NÍVEL ESTADUAL, a piora elevando-se ao quadrado. Muitas assembleias legislativas, com todos os seus deputados estaduais,  não passando de verdadeiros anexos do Estado da Federação e o presidente de um dos poderes, o mais poderoso, com poder até de cassar mandato do Poder Executivo, é nivelado a um secretário de Estado. Mas calamidade mesmo, onde a ineficácia do Poder Legislativo é elevada ao cubo,  é A NÍVEL MUNICIPAL, nas CÂMARAS MUNICIPAIS. Beira o humor negro, onde grande parte das sessões municipais, mais parecem peças de ópera-bufa, de tão caricaturais e ridículas. A maioria dos vereadores imprestável, pois sempre há uma minoria em quem resiste a esperança, geralmente inferior a 1/3 do total dos vereadores, insuficientes até para abrir uma CPI, há exceções. Essa maioria pode até ser analfabeta, messiânica, demagoga, personalista... MAS MUITOS DELES DOUTORES NA OMISSÃO, NA CONIVÊNCIA, EM TROCAR A AUTONOMIA DO PODER QUE REPRESENTAM POR FAVORES PESSOAIS, avalizando toda a corrupção e o stablishment  reinante, apropriando-se de parte da tetas da grande porca estatal  já parasitada pelos oriundos do Poder Executivo em quase sua totalidade corrompido.


Charge que mostra a parasitagem da máquina pública - GOOGLE

CORRUPÇÃO GENERALIZADA NO CEARÁ E NO BRASIL:  Há declarações do Ministério Público de que em todo o Ceará há um verdadeiro câncer generalizado da corrupção. Sobretudo dito pelos valorosos promotores da Procuradoria dos Crimes Contra Administração Pública – PROCAP - cujo trabalho brilhante, fez  do Ceará o Estado que mais prendeu corruptos e ladrões do dinheiro público. Constantemente na grande mídia, há notícias de prefeitos e seus assessores presos ou afastados dos seus cargos. A reação nacional ao poder de investigação do Ministério Público, através da famigerada PEC 37, quando a corrupção  buscou um passaporte para impunidade e assumir as estruturas do Poder Público, é prova dessa erosão moral em todo o país. E DE ONDE SE ROUBA MAIS??? Da educação e da Saúde.

A politicagem inimiga da política associada a lama e a porcos - GOOGLE

A corrupção é um rei Midas ao contrário. Este transformava em ouro tudo que tocava.  Os corruptos transformam em lama tudo aquilo de que se aproximam e nem tocam, elegem os que tocarão o patrimônio público. BOM QUE SAIBAMOS QUE ONDE HOUVER CORRUPÇÃO NUNCA HAVERÁ COMPROMISSO COM A COISA PÚBLICA, NUNCA HAVERÁ  ÉTICA ADMINISTRATIVA, NUNCA SERÃO MATERIALIZADOS OS OBJETIVOS DO ESTADO CONTIDOS NO ARTIGO 3º DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL, TAMPOUCO SERÁ GARANTIDA A DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA, princípio constitucional em que a maioria dos  governantes todo dia limpa os pés e nele cospem. Onde não houver garantia da dignidade do ser humano, é porque voltamos à selva, dessa vez homens predadores de homens, mulheres lobas das mulheres! 

                      

Cada morto num corredor de hospital por falta de UTI, cada morto num interior de uma ambulância em trâmite entre uma cidade do interior do Brasil e a Capital de um dos Estados... a má qualidade da educação, queda de prédios escolares matando professores e alunos, professores contratados em número superior aos concursados, falta de carteiras em salas de aula, a violência nas escolas, violação a direitos sociais dos servidores... greves e mais greves por direitos violados e em defesa da moralidade pública, de políticas justas... perseguição  política a servidores por terem exercido livremente o direito ao voto... perseguição à liberdade sindical e a lideranças sindicais... ... são  sintomas desse verdadeiro câncer social chamado corrupção! UM MAR DE LAMA EM QUE TODOS POR VONTADE PRÓPRIA OU NÃO FLUTUAM, JÁ QUASE PERDENDO A ESPERANÇA. A corrupção é um fato, é uma das causas da falência do Estado, é base de manipulação de votos de milhões de miseráveis que estão um estágio social tão baixo, que a grande luta, sonho e utopia deles, é ter pelo menos o que comer no agora... como o animal na selva... PARAFRASEANDO O GRANDE POETA PAULISTA:- Ou nós acabamos com a corrupção ou a corrupção acabará conosco!


Servidores de Crateús - sob um governo municipal ditatorial

O PODER JUDICIÁRIO LENTO -  HESITANTE E COM POUCOS JUÍZES: Os 03 poderes da República ( Poder Executivo, Poder Legislativo e Poder Judiciário) foram criação do pensador e filósofo francês Barão de Monstesquieu. Um tem a função primordial de evitar o abuso do outro. Zelando pelo pela democracia.  Até pela triste experiência histórica da monarquia absolutista, em que o rei reunia em suas mãos, a um só tempo, o Poder de Criar Leis, o Poder de Julgar e o Poder de governar. EXCESSO DE PODER QUE RESULTOU EM ABUSOS, CAUSADORES DE REVOLUÇÕES E DECAPITAÇÃO DE REIS E NOBRES. O Judiciário por não ter estrutura, ter pouca receita, parcos recursos materiais, muita carência de recursos humanos... É O MAIS POBRE DOS PODERES. AQUELE DE PIRES NA MÃO! Não bastasse tanta limitação, ainda é lento nas suas decisões, faltam juízes nas comarcas, e ainda assim, o Poder Judiciário é preso a um positivismo exagerado, muitas vezes distante da efetivação da verdadeira justiça e trata o outro poder violador, como um irmão que deve ser protegido, como a Fazenda Pública, numa visão um tanto quanto corporativa.  Mas quando age, dando as garantias constitucionais, transforma-se numa verdadeira ferramenta de cidadania. Evolução que se percebe em tribunais superiores, aqui e acolá nos tribunais e comarcas de interior, mas que precisa chegar, para que se tenha um novo dia.


FETAMCE debate corrupção - fiscalização e eficácia dos regimes próprios de previdência

PRIMEIRA CONCLUSÃO NECESSÁRIA: NUMA REALIDADE ASSIM, A CIDADANIA, OS DIREITOS HUMANOS FUNDAMENTAIS E A DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA ESTÃO AOS FRANGALHOS, EM RUÍNAS, NOS ESTERTORES, NAS ÚLTIMAS,  COMO SE DIZ, QUASE À BEIRA DA "U.T.I"... SÓ QUE NO MUNDO SOCIAL DA HUMANIDADE – SEMPRE QUE SE CHEGA NESSE PONTO O FIM OCORRE NÃO COM O FIM DE TUDO – MAS COM UMA REVOLUÇÃO RADICAL OU REFORMISTA COM  MUDANÇA DE TODOS OS PARADIGMAS – POIS TODA REALIDADE NOVA – QUE UM DIA ENVELHECERÁ CONFORME O PRÓPRIO METABOLISMO DA DIALÉTICA E IMPOSIÇÃO DAS LEIS CÓSMICAS – JÁ VEM GRÁVIDA DA NOVA REALIDADE QUE A SUBSTITUIRÁ – E QUANDO UMA GERAÇÃO FRACASSA – A REVOLUÇÃO ANTECIPA O QUE OCORRERIA NATURALMENTE NO ETERNO DEVIR!

Professores de Trairi em Caminhada - Defesa da Lei do Pisoo

O MOVIMENTO SINDICAL DO SETOR PÚBLICO NO MEIO DESSE INFERNO POLÍTICO DANTESCO: Não poderia encontrar melhor meio para prática de atos gloriosos e escrever com letras de ouro sua história, imortalizando-se no tempo. SE A REALIDADE É DE LEVAR ALGUNS A PENSAR EM SUICÍDIO – EM PERDER A ESPERANÇA -  PARA O MOVIMENTO SINDICAL A REALIDADE PADECE DE  UMA DOENÇA EM QUE PARTE DO ANTÍDOTO ESTÁ NA CAPACIDADE DE LUTA E DE REAÇÃO DOS TRABALHADORES COM SEU SINDICATO, EM POSIÇÕES ESTRATÉGICAS, SOBRETUDO OS SINDICATOS DOS SERVIDORES PÚBLICOS. Pois prestam serviços em que estão em contato direito com a população. Lembrando que todo o Poder dos corruptos, vem do trabalho dos servidores, responsáveis pela efetivação de todas as políticas públicas, que vai da segurança nas ruas à formação acadêmica; que vai do médico que salva a criança ao ensino infantil, que é libertada do analfabetismo; que vai da guarda municipal que garante a segura chegada da criança  à escola ao motorista que transporta doentes e alunos... MAS OS CORRUPTOS ALEGAM SER OS PAIS DE TODA A SEGURANÇA, EDUCAÇÃO, SAÚDE, POLÍTICA PREVIDENCIÁRIA... E AINDA SE ELEGEM COM AS PROMESSAS DE MELHORAREM TAIS SERVIÇOS, SEMPRE PIORES... quando sua única filha bastarda e doentia é a corrupção, causa da erosão da estrutura do Estado, do encolhimento das políticas públicas e da negação dos direitos mínimos necessários à dignidade humana de cada cidadão, cidadã, de cada servidor público.

No dantesco e infernal contexto, sob o céu da corrupção generalizada. Não contentes em roubarem as verbas destinadas às políticas públicas, começam, como traças e  vírus famintos insaciáveis, a devorar também as verbas do SUS, do FUNDEB, dos BANHEIROS, das CAIXAS D’ ÁGUA... e quando o Sindicato da categoria reage, com o duplo discurso:

1) O ECONÔMICO: DE PROTEÇÃO AOS DIREITOS DA CATEGORIA e
2) O POLÍTICO: DE QUE É NECESSÁRIO MUDAR O EIXO DA FILOSOFIA POLÍTICA, CONTRÁRIA A MUITOS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS.

Greve de Chicago 1886 - Líderes Sindicais Enforcados

A reação deles ou delas, SIM! AS MULHERES NO PODER DEMONSTRAM COMPETÊNCIA IGUAL AOS HOMENS, POIS COMPETÊNCIA NÃO TEM SEXO, MAS TAMBÉM A MESMA CAPACIDADE DE SEREM INJUSTAS E CORRUPTAS.

O que fazem de imediato é atacar o sindicato e suas lideranças. As velhas receitas: suspender o desconto em folha da mensalidade do filiado, repassar o imposto sindical para um sindicato pelego, cassar a liberação de dirigentes sindicais, suspender o pagamento do salário de dirigentes liberados para sindicatos... ISTO É, AS MESMAS ATITUDES DA VELHA TIRANIA E DO TIRANO! Por isso é preocupante, quando se vê em alguns municípios e Estados Brasileiros, mas isso é uma minoria, onde reina a ditadura, a clara violação a direitos de servidores e a corrupção reinando, alguns dirigentes sindicais em fotos abraçados com governantes, rindo à toa, com o sindicato nadando em dinheiro, com sedes muitas vezes luxuosas e em relação  à defesa dos direitos da categoria... nada... nada... na lama ... e nada... nada faz! É PREOCUPANTE! INACEITÁVEL!

SOBRE O DISCURSO ECONÔMICO: a manutenção da luta sindical, com a pauta econômica, afeita aos direitos dos servidores, seja para manter, seja para implementar, seja para ampliar direitos, tem que ser fanaticamente mantida. Todas as ferramentas judiciais e extrajudiciais têm que ser utilizadas, do contrário direitos serão retirados, depois extintos, depois anularão concursos, depois demitirão os efetivos, numa escalada sem fim... O APETITE DA CORRUPÇÃO POR VERBAS PÚBLICAS NÃO TEM LIMITES. E SUA CAPACIDADE E TALENTO PARA PRÁTICA DE INJUSTIÇAS NÃO TEM LIMITES. Basta ver o que estão fazendo com as verbas dos regimes próprios de previdência social. Em muitos municípios e Estados têm retirado insalubridade, extinto licença prêmio, piorado os planos de carreira, onde existe PCR, acabando com anuênio, etc. O DISCURSO ECONÔMICO DO SINDICATO CONFUNDE-SE COM UM DOS PILARES DE SUA ESSÊNCIA, CAPAZ DE MANTER UMA CLASSE UNIDA SOB UMA MESMA BANDEIRA. CAUSA DA HUMANIZAÇÃO, GRAÇAS À LUTA E À AÇÃO, humanizaram em parte o capitalismo, tornaram princípios constitucionais direitos sociais. Daí vem a segunda coluna da essência da luta sindical no passado, no presente e no futuro: Discurso Político. Tão inerente à finalidade do sindicalismo como o raio é inerente à chuva.

SOBRE O DISCURSO  POLITICO: O movimento sindical surgiu em pleno seio da Revolução Industrial. Período em que as máquinas potencializaram a força humana, em que a tecnologia como nunca se desenvolveu de forma espantosa, em que nascia o capitalismo, em que a produtividade do trabalho quebrou todos os recordes, em que o mundo se estreitou e teve início a globalização, turbinada pelo comércio e pela sede do lucro. O trabalho, que antes era útil apenas para cada ser humano sobreviver, passou a ser mercadoria vendida em troca do salário. Surgiu o Liberalismo, cuja filosofia era que o papel do Estado restringia-se a garantir apenas os direitos civis e políticos, negados pelas antigas monarquias. Garantindo a propriedade dos ricos, criar leis que regulamentassem o mercado de trabalho, as leis trabalhistas de quase escravidão.

NUNCA EM TODA HISTÓRIA DA HUMANIDADE O SER HUMANO FORA TÃO EXPLORADO PELO OUTRO – COMO NO BERÇO DA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL – POIS AO MENOS NA ESCRAVIDÃO O SENHOR DAVA TETO E COMIDA – NA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL O SALÁRIO NÃO ERA SUFICIENTE SEQUER PARA COMER - QUANTO MAIS PARA MORAR! NÃO FOI À-TOA QUE NO MANIFESTO COMUNISTA, MARX DEFENDEU A CRIAÇÃO DE UM SALÁRIO MÍNIMO, que até hoje, no Brasil, milhares de municípios violam, mesmo sendo princípio constitucional, mesmo direito sumulado pelo Supremo Tribunal  Federal. O pior é que há um minoria de  juízes que defendem salário proporcional abaixo do mínimo e alguns promotores. POIS EM TAL CONTEXTO HISTÓRICO, coube ao movimento sindical, não só pautar os direitos de igualdade, COM O DISCURSO ECONÔMICO da divisão da riqueza para quem produz, como alterar o eixo político do liberalismo,  PREGANDO A MUDANÇA DA  ESTRUTURA DO ESTADO COM O DISCURSO POLÍTICO, que deveria também garantir  a justiça social. Um Estado interventor a garantidor da dignidade humana do trabalhador, da divisão das riquezas, não apenas do lucro e da propriedade do patrão.

Atualmente no sindicalismo do setor público é claro tanto o discurso econômico, como o discurso político. Por exemplo, quando uma categoria, como sindicato, faz uma greve reivindicando piso, como forma  para valorização e para dedicação na busca de uma educação de qualidade, o discurso econômico está no direito social a um salário justo, com justa jornada, digna   carreira. Mas como meio para materialização do principal, que é o discurso político,  efetivação de política educacional que forme todos para plena cidadania, essencial para o avanço de qualquer povo. Onde há cidadania há respeito ao Estado Democrático de direito,  há garantia das liberdades, dos direitos mínimos civis, políticos, econômicos, sociais e culturais. Pois dentre os objetivos sagrados da educação está o de aumentar o patrimônio social e espiritual da humanidade. O mesmo vale para os servidores da  saúde, segurança, ecologia e outras áreas.

Na busca da efetivação das reivindicações políticas, o movimento sindical não apenas elaborou uma pauta com reivindicações políticas em que todos os eixos deságuam na busca de  justiça social, como fez parcerias ou teve seus dirigentes filiados a partidos de esquerda nascidos dos movimentos sociais, com programas em sua maioria socialistas ou mesmo ainda marxistas. Conseguindo chegar ao Poder Executivo e ao Poder Legislativo. Sem dúvida um avanço do ponto de vista de estratégia de luta, pois além da pauta, membros da categoria chegaram ao centro do Poder Legislativo para criar as leis garantidoras do direito reivindicado, para fiscalizar a aplicação do dinheiro público; membros da categoria e das direções sindicais, em muitos municípios e estados da Federação, chegaram ao Poder Executivo, como prefeitos ou prefeitas, como assessores de governadores... também como cargos comissionados com poder de decisão de Governo, de conceder o reivindicado... todavia,  nesse novo contexto, enfrentam-se algumas dificuldades, que merecem registro e análise.


BREVE COMENTÁRIO NECESSÁRIO SOBRE O DIREITO DE GREVE NO SETOR PÚBLICO: é muito comum, sobretudo quando a greve é forte, governantes acusarem o movimento grevista de ser movimento político. Como se o movimento sindical pudesse ter apenas o discurso econômico. O discurso político é inerente e natural desde a origem do movimento sindical, verdadeiro fenômeno sociológico, que surgiu da luta, reação à opressão e à injustiça, que depois se transformou numa das  finalidades de qualquer sindicato em seu estatuto. SE A GREVE É PARA EFETIVAÇÃO DE DIREITOS ECONÔMICOS, CIVIS OU POLÍTICOS, POUCO IMPORTA. Pode ser para qualquer direito,  para todos os direitos ao mesmo tempo ou mesmo para pedir a exoneração de um secretário, etc. Eis o artigo 9º da Constituição, entre os direitos fundamentais, que deixa claro que as razões de deflagrar greve é de livre escolha dos trabalhadores:  Art. 9º É assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender.   Por isso, nenhum sindicato, sindicalista ou membro da categoria deve ter medo de assumir, quando a causa da luta for também política, de declarar que uma das causas da greve é realmente a política.

Tem-se que muitos prefeitos, governadores, cargos comissionados, vereadores... que vieram dos movimentos sociais esqueceram-se  de suas raízes, de como chegaram ao poder, muitas vezes adotando a mesma conduta daqueles que combateram com o discurso para ser eleitos, não resultando a chegada ao poder uma garantia, no mínimo, do respeito a direitos dos servidores, que já estavam nas leis. Muitas vezes votando pela aniquilação de tais direitos ou mesmo em leis que atacam a liberdade sindical. QUAL É O PROBLEMA??? Os sindicatos e a categoria não estão sabendo o que fazer nestes casos. NA HESITAÇÃO, MUITOS SINDICATOS ESTÃO PELEGANDO SEM SABER E ALGUNS CONSCIENTEMENTE. Impossível defender a volta daqueles que bancavam a realidade política, econômica e social anterior. Também inaceitável a traição. Como o mal combatido perdura, o erro não foi do movimento sindical, que adotou a estratégia certa, mas do representante da categoria que chegou ao poder com total apoio da categoria e traiu toda esperança nele depositada. Como a violação continua, é levar a estratégia adiante e desvincular-se dos traidores e se um partido inteiro, trair a base, fazer  parceria com um novo partido. SE ASSIM FOR A REAÇÃO A LUTA CONTINUA E CORRETAMENTE. Pois a traição faz parta da ação política, como a reação à traição. O que não pode acontecer é haver desvio da finalidade da luta sindical para proteger amigos ou partidos. Se tal acontecer, essa traição fará com que a força da dialética aja  e ao final, todos que trairam sejam devoradas pelas engrenagens da democracia, com o advento de uma nova oposição. A TRAIÇÃO É MEIO PARA UMA EMPREITADA EGOÍSTA, TEM POUCO FÔLEGO, VIDA BREVE! Engana-se, mas por pouco tempo. Vejam o exemplo de Judas, que traiu Cristo, ou de Hitler, que enganou toda a Alemanha, com a sua loucura.


CONCLUSÃO FINAL: CORRETA A ESTRATÉGIA SINDICAL. MANTER O DISCURSO ECONÔMICO, GARANTINDO DIREITOS DOS TRABALHADORES.  MANTENDO O DISCURSO POLÍTICO, QUE RESULTA NO AVANÇO DE TODA A SOCIEDADE, POIS TODO SERVIDOR É DE UMA CLASSE, MAS TAMBÉM UM DO POVO DA SUA CIDADE, DO SEU PAÍS.

A RECEITA É AVANÇAR, MANTER A ESPERANÇA E AGIR NOS TRILHOS DA FINALIDADE SINDICAL, EXIGINDO A IMPLEMENTAÇÃO DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS MÍNIMOS DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL. Pois é exatamente isso que explica as sucessivas vitórias com criação de direitos sociais, cujo capital social sempre é ampliado e há mais de um século. É o que explica  o nascimento do Estado do bem-estar social.  

A LUTA CONTINUA E A NECESSIDADE DE JUSTIÇA SOCIAL TAMBÉM CONTINUA. OS DIREITOS MAIS SAGRADOS DA CONSTITUIÇÃO, AINDA POR SE TORNAREM REALIDADE NO DIA A DIA DAS PESSOAS. AINDA SÃO GRANDES AS DESIGUALDADES, HOUVE AVANÇOS ENORMES DESDE A IDADE MÉDIA, MAIS AINDA NA ERA MODERNA, SOBRETUDO DA METADE DO SÉCULO XIX ATÉ OS DIAS ATUAIS, INCLUSIVE COM A CONSTITUCIONALIZAÇÃO DE DIREITOS, QUE NA GREVE CHICAGO DE 1886 – NOS ESTADOS UNIDOS, FORAM CONSIDERADOS CRIME, DANDO CAUSA AO ENFORCAMENTO DE LIDERANÇAS SINDICAIS, CUJA PAUTA ECONÔMICA ERA: 

1) menor jornada de trabalho; 

2) pão para fome e tinha COMO PAUTA POLÍTICA: 1) A positivação  pelo Estado do direito ao lazer, conviver com a família, a dignidade humana,  o trabalho como meio para o bem do trabalhador e seus dependentes, não como fim e o trabalhador como meio para o lucro.

ENTÃO, RESTA CLARA A IMPORTÂNCIA DO MOVIMENTO SINDICAL DESDE A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL, NÃO APENAS CRIANDO E INSPIRANDO TODOS OS  DIREITOS DE IGUALDADE, POSITIVADOS EM LEIS, NASCIDOS DE SUA PAUTA ECONÔMICA, COMO HUMANIZANDO A ESTRUTURA DO ESTADO, TRANSFORMANDO EM PRINCÍPIOS  CONSTITUCIONAIS A DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA, O TRABALHO JUSTO, UM ESTADO GARANTIDOR DA IMPLEMENTAÇÃO DOS DIREITOS DA IGUALDADE, INDO MUITO ALÉM DO ESTADO GARANTIDOR DOS DIREITOS CIVIS E POLÍTICOS, DA PROPRIEDADE E DO MERCADO, TESE CENTRAL DO LIBERALISMO.

A vida é sonho - esperança e luta através da ação

A LUTA CONTINUA PARA EFETIVAÇÃO DE TODOS OS DIREITOS SOCIAIS VIOLADOS, EM MUNICÍPIO E ESTADOS BRASILEIROS COM GOVERNANTES COM MENTALIDADE AINDA NO SÉCULO XIX, OS VIOLADORES SÃO TIRANOS QUE TÊM QUE SER COMBATIDOS E VARRIDOS PARA O LIXO DA HISTÓRIA, POIS DEVORAM  A ESTRUTURA DA DEMOCRACIA, A CORRUPÇÃO TEM QUE SER COMBATIDA, POIS É A PRÓPRIA PARASITAGEM DAS VERBAS DA MÁQUINA PÚBLICA QUE DEVE GARANTIR, ATRAVÉS DE POLÍTICAS PÚBLICAS, A JUSTIÇA SOCIAL E OS DIREITOS MÍNIMOS EXISTENCIAIS INERENTES Á DIGNIDADE DA PESSOA, COM A TOTAL GARANTIA AO EXERCÍCIO DA CIDADANIA, DO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO.  DENTRE OS ATORES SOCIAIS, RESPONSÁVEIS PELA REVOLUÇÃO NA REALIDADE POLÍTICA, SOCIAL E ECONÔMICA ESTÁ O MOVIMENTO SINDICAL. A NECESSIDADE DE COMPLETUDE E DO APERFEIÇOAMENTO DO ESTADO E DA JUSTIÇA SOCIAL  NÃO TEM COMO DISPENSAR O ATOR SOCIAL  DENOMINADO: MOVIMENTO SINDICAL NO SETOR PÚBLICO, QUE TEM MUITO A CRESCER EM QUANTIDADE E  DEVE CRESCER MAIS AINDA EM QUALIDADE.  

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails