sexta-feira, 13 de setembro de 2013

PROFESSORES DO BRASIL! ALERTA GERAL! VEM AÍ MAIS UMA PUNHALADA NOS SEUS DIREITOS! SERÁ DADA URGÊNCIA URGENTÍSSIMA AO PROJETO DE LEI 3776 DE 2008 - QUE MUDARÁ O INDEXADOR DO REAJUSTE DO PISO NACIONAL PARA O INPC! E TUDO COM AJUDA DO GOVERNO FEDERAL E DO MEC! HORA DE REAGIR OU SEU DIREITO AO PISO VIRARÁ FUMAÇA!


Arte no Quadro:  O GRITO - DE EDVARD MUNCH - Ato de desespero

Professores do Brasil, é hora de alerta geral, EM REGIME DE URGÊNCIA URGENTÍSSIMA! O Governo Federal e o MEC se comprometeram com o Presidente da Confederação Nacional de Municípios Sr. Paulo Ziulkoski, SEGUNDO RELATO DELE, que em nome dos prefeitos do Brasil, costuma ser recebido pelo Palácio do Planalto, A PEDIR AO CONGRESSO NACIONAL URGÊNCIA PARA APROVAÇÃO DO PROJETO DE LEI Nº 3776, DE 2008, QUE ALTERA O ARTIGO 5º DA LEI DO PISO, LEI FEDERAL Nº 11738, DE 2008, QUE PREVÊ O REAJUSTE ANUAL DO PISO DO PROFESSOR, PELO AUMENTO DO VALOR  ANUAL DO ALUNO. Tudo indica que aprovarão o projeto até o final do ano de 2013, para que já possa valer a partir de janeiro de 2014. Eis as palavras do Sr. Ziulkovski:

 “...Estou preocupado com isso, porque temos pouco tempo para resolver. Já em janeiro os prefeitos vão ter que arcar mais uma vez com o reajuste que eleva consideravelmente os valores”, alertou.
A proposta em debate é o Projeto de Lei (PL) 3.376/2008, que indica o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) como novo critério de reajuste. Ele está em tramitação na Câmara dos Deputados e recebe o apoio da CNM. “O reajuste pelo INPC seria mais justo. Da maneira como está, o piso da categoria vai dobrar a cada dois anos”, disse Ziulkoski em outra ocasião.
Reunião

Ainda como resposta, o Ministério da Educação (MEC) convidou a CNM e demais entidades municipalistas para uma reunião na próxima semana. O governo busca elaborar um estratégia para a aprovação desse PL.



A imediata consequência disso é que o piso que seria reajustado, utilizando-se a última portaria do MEC, em 19%, em janeiro de  2014, só receberia um reajuste de pouco mais de 5%. ISSO MESMO, UMA PERDA IMEDIATA DE 14 %.  SE TAL PROJETO FOR APROVADO. E EM CURTO PRAZO A MORTE DO PISO, QUE SERÁ TRANSFORMADO EM PÓ!

ALERTA GERAL, PROFESSORES DO BRASIL! PRECISAM IR À LUTA OU SERÃO DEVORADOS! SEUS DIREITOS PILHADOS! DIREITOS QUE SEQUER FORAM IMPLEMENTADOS INTEGRALMENTE! OS PREFEITOS QUEREM AUMENTAR SUAS VERBAS ÀS CUSTAS DOS PROFESSORES. MAIS UMA TENTATIVA DE SE APROPRIAREM TOTALMENTE DAS VERBAS DO FUNDEB! SERÁ O FIM DO PISO. O GOVERNO FEDERAL E O MEC NÃO PODEM TRAIR OS PROFESSORES. COBRE DO SEU SINDICATO UMA REAÇÃO IMEDIATA E CADA SINDICATO QUE COBRE DA SUA CONFEDERAÇÃO! OU TUDO ESTARÁ PERDIDO! SERÁ UM TIRO DE MISERICÓRDIA NA VALORIZAÇÃO DOS PROFESSORES E NA POLÍTICA EDUCACIONAL BRASILEIRA! COM UNS PREFEITOS DESSES E OS GOVERNADORES QUE ATACAM O MESMO ÍNDICE DE REAJUSTE ATRAVÉS DA ADI 4848, JUNTO AO STF,  O BRASIL, A EDUCAÇÃO E SEUS PROFESSORES ESTARÃO CONDENADOS À IGNORÂNCIA, À MARGINALIZAÇÃO E À CORRUPÇÃO PARA SEMPRE! 


Um comentário:

Sebastião F. do Carmo disse...

Cobrar do sindicato é uma tarefa complexa; Os sindicatos geralmente, assim como a CNTE estão sob comandos de petistas. Portanto, não possuem muito interesse em de indisporem frente ao governo em relação a essa política. Os professores precisam se articularem de forma autônoma, via redes sociais. Não será uma pequena batalha. Seria interessante uma greve nacional.

Related Posts with Thumbnails