domingo, 3 de novembro de 2013

CAMINHADA DA SECA VIRTUAL EM VÍDEO – AOS MORTOS DO CAMPO DE CONCENTRAÇÃO DO PATU – FAÇA O CAMINHO VIRTUAL NO MAPA – SENTINDO O PATRIMÔNIO IMATERIAL NA FÉ E CONHECENDO O MAPA DO PATRIMÔNIO MATERIAL PALCO DO CAMPO DE CONCENTRAÇÃO NA SECA DE 32! EM 10/11/2013 – DOMINGO - HAVERÁ A 31ª CAMINHADA DA SECA


Mapa do Patrimônio Material no Sítio Histórico da Barragem do Patu - Campo de Concentração da Seca de 32
A Caminhada da Seca - Patrimônio Imaterial - Percorre a Estrada em Amarelo no Alto
Mapa: Criação de Valdecy Alves - Se copiar favor citar a fonte
No próximo dia 10/11/2013, como ocorre todo segundo domingo, de cada ano, será realizada a 31ª Caminhada da Seca, criada pelo Padre italiano Albino Donat, em 1982. Inspirado pelos relatos populares e um sem fim de pagamentos de promessas às Almas Milagrosas da Barragem do Patu. A Caminhada sai de frente da Igreja Matriz até o Cemitério da Barragem. Geralmente começa às 05:00h da manhã, antes do nascer do sol, percorrendo cerca de 03 km. No velho cemitério estão enterrados os mortos do Campo de Concentração do Patu. Além do surto messiânico às milagrosas almas da barragem, há o rico patrimônio material até certo ponto preservado, apesar do abandono por parte do governo municipal, estadual e federal. Dos 07 Campos de Concentração criados no Ceara, na Seca de 32, é o único que tem parte preservada, pois foi utilizada a estrutura forte erguida pelos ingleses como acampamento para as obras da Barragem do Patu, concluída somente mais de 70 anos depois. Sendo reduzido a um açude que pouco serventia tem na produção de alimentos, criação de peixes e mesmo lazer.

Todo o Patrimônio material e imaterial do Sítio Histórico do Patu, ao qual se somam as misteriosas Pedras Grandes, como bem está definido no artigo 216 da Constituição Federal, é patrimônio cultural material e imaterial do povo brasileiro, pois em conjunto é portador de referência de identidade de todo o povo nordestino e americano.  A partir do que ensina o grande estudioso dos direitos culturais Professor Humberto Cunha, pode-se concluir que se tratam de direitos culturais o patrimônio material e imaterial alicerçados no Campo de Concentração do Patu, por conterem a memória coletiva, que permite conhecer o passado e a luta do povo nordestino para sobreviver nas secas do Nordeste brasileiro. Na busca dos direitos econômicos e sociais. Assim, através do exercício dos direitos culturais, pode-se melhor entender o presente e não cometer os mesmos erros no futuro. Tendo como principal eixo a busca da garantia dos direitos fundamentais e a dignidade humana. AINDA POR SE REALIZAR NOS 25 ANOS DE CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA.

Abaixo, link do vídeo, onde é possível, a partir do mapa e das imagens que desfilarão sobre ele, fazer a Caminhada da Seca de forma virtual e entrar em contato com a história, com o patrimônio material e imaterial afeito ao terrível Campo de Concentração do Patu, que comprova que houve nazistas nordestinos em 32,  piores que os nazistas alemães, pois maltrataram, escravizaram e condenaram à morte seus próprios irmãos e conterrâneos. Basta clicar no meio da imagem abaixo e fazer a caminha da virtual, que um dia deve ser seguida de sua ida à caminhada local, para que a faça fisicamente:

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails