quinta-feira, 13 de novembro de 2014

GRÃOS DE AREIA DA PRAIA - Poesia de Valdecy Alves

Na  Duna de Jericoacoara


Areias da  Praia

                      De: Valdecy Alves

Não se engane
O grão de areia macio e pequenino
Que se move sob seus pés
Na tão bela e colorida praia
Já foi dura montanha
Rochedo altivo e cortante
Em algum lugar distante
Rio acima que deságua no mar!
... Assim transformado
Pela persistência... Pela persistência...
Pela infinita perseverança...
Das líquidas e frágeis águas...

As areias das praias
São obras de arte
Da Persistência
Fragmento da infinitude
Diante cuja insistência
Tudo que é finito e transformável
Não resiste... Nada resiste
Nem o diamante
Com toda a sua dureza...
E você... carrega
Essa engrenagem da persistência
No âmago de seu ser!
Acione-a!
E o universo estará domado...




Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails