segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

SALAR DO DESERTO DO ATACAMA - ENCONTRO DE EXTREMOS - UM PARADOXO: LAGOAS - VULCÕES - SAL - UM SOL QUE DÁ VIDA E MATA... O EXTREMO DO EXTREMO! E UMA LIÇÃO DE UM POVO SOBREVIVENTE DO DESERTO...

Cordilheira dos Andes - Bem no centro o vulcão Lincancabur  - Em primeiro plano lagoas de puro sal
No interior do Salar do Atacama - - Nela as pessoas flutuam - Mais sal que no Mar Morto
Fotos: Mara Paula - Valdecy Alves

DESERTO DO ATACAMA - ONDE OS EXTREMOS SE ENCONTRAM E A BELEZA ESTÁ NO PARADOXO: O deserto do Atacama é o mais alto, a 2.400 metros de altura, e o mais seco do mundo. Há regiões do deserto em que passam séculos sem cair uma gota de água.  Isso se deve ao fato de estar rodeado por cordilheiras, que impedem que a umidade levem chuvas do Oceano Pacífico além das muralhas montanhosas. Localiza-se entre duas grandes cordilheiras, que o isolam como dois grandes paredões:, sendo que a  cordilheira dos Andes é a principal causa de falta de umidade no Atacama. O Atacama mede cerca de 1.000 km e atravessa 04 países: Chile, Peru, Argentina e Bolívia. Ficando no Chile sua maior parte.  A variação de temperatura num dia pode variar de 10 graus negativos a 45 graus positivos. Um verdadeiro choque térmico que corresponde a uma mudança de 55 graus num único dia. O Salar do Atacama, próximo à cidade de San Pedro de Atacama, com mais de 3.000 km quadrados, bem representa o caráter do deserto. Lagoas, mas com tanto sal, que pessoas ao se banharem não afundam, flutuam. A exemplo do que ocorre no Mar Morto em Israel. Beleza mortal, azulada ou esverdeada, que refletem como espelhos magníficos as grandes cordilheiras. Pouquíssimos animais e plantas conseguem sobreviver em ambiente tão inóspito. Embora não chova, como as altas montanhas se cobrem de neve durante o inverno, quando derretem, os rios enchem e as águas se misturam com o sal. ÁGUAS QUE FICAM PRESAS NO SALAR, NA VERDADE UMA GRANDE SALINA. Quem se encontra no interior do salar e olha em volta só vê montanhas e inúmeros vulcões, alguns em plena atividade. 


O Poderoso Sol - Senhor do Deserto - Senhor da Vida e da Morte


O sol reina em toda a sua glória no fim da tarde. A cordilheira assume várias cores em questão de minutos, ante o pôr do sol, que tão logo ocorre, um vento constante que fica cada vez mais forte, quanto mais o sol desce no horizonte e quanto mais gelado, mais a luz se esvai e vêm as trevas, que revelam um dos céus mais bonitos do mundo, que permite visão dos astros cósmicos como se o observador tivesse na lua, vez que no Atacama não há atmosfera. Tanto que o maior projeto astronômico do mundo, PROJETO ALMA, está no Atacama, a mais de 5.000 metros de altura, que busca rastrear a origem do Universo. O próprio nome Atacama, traduzido quer dizer encontro de extremos, numa linguagem popular, quando não é 8 é 80; quando não é frio é fervente; quando não é vivo é morto... OU TUDO OU NADA. Mesmo assim, no deserto originou-se uma cultura de um povo, o povo atacamenho, com mais de 10.000 anos de história e tão estranha e única, como o próprio deserto do Atacama. Um local, onde a beleza se encontra no olho do furacão da dialética do paradoxo.

Montanhas dos Andes ao pôr do sol - à beira da Laguna de Tebinquiche
SAN PEDRO DE ATACAMA - A CAPITAL DO DESERTO FUNDADA PELO POVO ATACAMENHO - COMO CHEGAR LÁ: Acreditem! Um povo conseguiu se estabelecer no deserto mais quente e árido do mundo. O POVO ATACAMENHO QUE EM MAIS DE 10.000 ANOS DESENVOLVERAM UMA CULTURA PRÓPRIA, ISOLADA, ÚNICA. Segundo historiadores foram atraídos para lá por caças, que pastam nas alturas dos Andes, onde perto das regiões das neves eternas, há pasto abundante, capim semelhante às vegetações existentes nos polos, conhecidas como tundras.. Bem comprovam petróglifos e pinturas rupestres em grutas e rochedos. Foram eles que fundaram a principal cidade do seu povo, dominada pelos invasores incas e depois pelos invasores espanhóis. Fica num oásis, único lugar num raio de centenas de quilômetros que tem árvores que devem atingir até 15 metros de altura. San Pedro de Atacama tem cerca de 5.000 habitantes,  localiza-se a cerca de 100 km da cidade de Calama, onde há o aeroporto, em que diariamente desembarcam milhares de turistas de todo o mundo. Tanto que as ruas de San Pedro são uma verdadeira torre de babel, onde turistas do mundo inteiro caminham, fazem compras, tiram fotografias, almoçam, jantam... e a moeda corrente é o dólar.




Centro de San Pedro de Atacama


COMO CHEGAR LÁ: Pode-se comprar a passagem aérea pela Lan ou pela Tam, trabalham integradas. Saindo de Fortaleza para São Paulo, mesma conexão para outras cidades do Brasil, para Guarulhos, de lá pega-se a conexão com a Lan, de onde se parte para Santiago, de Santiago para Calama e de Calama, de van, ônibus ou táxi, para San Pedro do Atacama. Bom destacar que o aeroporto já se encontra a mais de 2.000 metros acima do nível do mar. Alguns lugares que serão visitados se encontram a mais de 4.000 metros, na parte intermediária dos Andes. Aconselha-se que se compre tudo com antecedência: a reserva do hotel , o transporte do aeroporto para o hotel, bem como todas às excursões que serão feitas para os locais mais visitados do deserto, eis alguns deles: Lagunas Cejar, Géiseres, Valle de la Luna, Piedra do Coyote, Lagunas Altiplanicas, Salar de Tara, Valle del Arco iris, Ojos de Salar e tantos outros... ainda há turismo geológico, arqueológico, percursos a pé (trekking), percursos para percorrer de bicicleta (mountain bike), a cavalo, trilhas, museus, tours astronômicos, etc. Um mundo de possibilidades e para todos os gostos. SEM FALAR NAS OPÇÕES MÍSTICAS! O local inspira muito a imaginação e o misticismo.

A vegetação no geral não passa dessa altura - exceto em oásis
Ao fundo o Vulcão Licancabur com quase 6.000 metros de altura domina a paisagem

BELEZAS EXTREMAS - EXPERIÊNCIAS ÚNICAS: O Nascer do Sol entre Montanhas: Talvez seja o único lugar do mundo em que se pode ver o nascer do sol, frente ao qual dança a fumaça do vulcão Lascar, em atividade. Um encontro do astro rei com o senhor dos terremotos.  



A fumaça da cratera do Vulcão Lascar ao nascer do sol


As cores das lagoas: que variam de um verde esmeralda intenso, que lembra os verdes mares de Fortaleza ao azul do mar da Prainha em Aquiraz. Parecendo jóias no meio da sequidão amarronzada do deserto. Ainda refletindo as cordilheiras como grandes espelhos.  Os viventes especialistas: Poucos serem vivos podem sobreviver a tanta salinidade. Pequenos camarões, alimentos dos flamingos. Pouco menores que uma mosca. Algumas gaivotas. lagartos, raposas, roedores e poucas plantas, capazes de fincar suas raízes em pleno sal. Mas nas altas montanhas, onde a terra é alimentada pelas águas das neves, há muitas vicunhas, camelídeos maiores que um carneiro, que permitiram a colonização de parte do Atacama, além de alimentarem o puma e o gato andino. A Beleza das Cordilheiras: Todo o deserto tem muralhas de montanhas, onde se destacam dois grandes vulcões, entre dezenas deles: O Licancabur, deus antigo para o povo do Atacama, e o Lascar, que passa o dia soltando fumaça, há poucos anos foi responsável por violenta erupção. Montanhas e mais Montanhas a perder de vista, como se fossem infinitas, dedos da terra, espetando o céu. Os Mistérios do Vale da Lua e do Vale da Morte: Um local esquecido por Deus e pelo Diabo. Parece a materialização de um pesadelo de um deus em transe. De um surrealismo, perto do qual Salvador Dali jamais chegou. O tempo está escrito na erosão causada pelos ventos, nos paredões avermelhados, na areia alta e sem fim... por eles, a terra fala... os milhões de anos das forças da natureza ali presente encontram língua, idioma e voz... ouça-os... leia quando for lá... é possível! Os Gêiseres Del Tatio: Localizam-se a cerca de 4.300 metros. a 120 km de San Pedro. Pela manhã a temperatura pode chegar, dependendo da época, a 30 graus negativos. A água esquentada pelo calor vulcânico chega á superfície com quase 100 graus, soltando nuvens de vapores, que fazem o local parecer a tampa de pressão do inferno, depois escorrendo e congelado-se adiante. De quando em quando os sons dos vapores das estranhas da terra seguidos de jatos de água que sobem metros do chão. ÁGUA, FOGO, TERRA E AR SE FUNDEM NUM SÓ LOCAL, NOS 04 ELEMENTOS DE ARISTÓTELES. 

Gêiseres de El Tatio - Fogo - Água - Ar e Terra no mesmo ambiente.

A Pequeneza de uma Cidade com mais Turistas do Mundo Inteiro que a Própria População Local: Pequena cidade. com algumas ruas. San Pedro de Atacama. Casas em sua maioria seculares e de taipa. Mais turistas dos 05 continentes que a população local. Todos de mochilas, em trajes adventures. Uma ilha, na ilha que é um oásis no deserto. Num restaurante ouvem-se todos os idiomas, sendo entendido quem fala espanhol ou inglês. A pracinha em frente à igreja secular, símbolo da cidade e de triunfo dos espanhóis sobre os Incas, que antes conquistaram a região dos atacamenhos. Uma experiências inesquecível e surreal. O Rico Artesanato: que pode ser comprovado no mercado de artesanato e em várias lojinhas locais. Com grande influência Inca.   O Pôr do Sol: Para ninguém colocar defeito. As cores do crepúsculo no céu, que transformam montanhas em silhuetas no Oeste, rimam com as cores das montanhas do Leste que mudam suas cores de forma mágica. Mostrando que o sol é o grande pintor do Atacama em toda a sua glória. Tão logo se põe, das dezenas de locais em que é assistido, como o maior espetáculo da Terra, é aplaudido. O céu do Atacama: Então, após o pôr do sol, sucede a noite, com um céu estrelado e com perfeita visibilidade da Via Láctea, das plêiades, de estrelas como Sírius, Alfa Centauro, Aldebarã, sendo possível divisar suas cores... e constelações e mais constelações a perder de vista.... NUMA BELEZA SEM PAR... ENCANTADORA... ARREBATADORA... fazendo-se entender porque os povos do deserto foram os primeiros e grandes astrônomos...  E tantas... tantas outras maravilhas... Faltou Marco Polo descer em tal região, Fernão Dias Magalhães passar por lá... Talvez Darwin tivesse preferido o Atacama a galápagos se o tivesse conhecido...

A lagoa de sal azulada com vulcões ao fundo ao pôr do sol -Parece uma pintura
Laguna de Tebinquiche - Em primeiro plano cristais de sal mais duros que pedra

  
São mais de 3.000 metros quadrados onde predomina o sal - um reino salgado - Laguna de Tebinquiche


à Beira da Laguna Cejar - no Salar de Atacama cercado por vulcões


A beleza de montanhas e vulcões refletidos na lagos de sal - No centro o majestoso  Vulcão Licancabur


O VULCÃO LICANCABUR - SENHOR DA PAISAGEM: De dentro da cidade de San Pedro de Atacama, para onde quer que se olhe, avista-se O VULCÃO LICANCABUR. Senhor do Salar do Atacama, com seus quase 6.000 metros de altura. Na divisa do Chile com a Bolívia. NÃO É UM VULCÃO EXTINTO, APENAS DORME. Forma uma bela e magnífica montanha. Faz parte de um cinturão de dezenas de vulcões lado a lado, na Cordilheira dos Andes.  No passado era cultuado como um deus, hoje alvo de pesquisa da ciência, ponto de escalada preferido por alpinistas e disputado por todos que registram as maravilhosas fotografias do Salar do Atacama. Um pouco ao lado é possível avistar o Vulcão Lascar, de onde é possível ver a fumaça que sai de sua cratera.Atualmente o mais ativo entre aqueles vulcões.




Mara Paula na Lagoa Cejar - A mais alta montanhas é o vulcão Lincancabur




Caminhão da excursão - Capacidade para transportar cerca de 20 pessoas


Ojos del Salar - Tradução: Olhos do Deserto

OS MISTERIOSOS OJOS DEL SALAR OU OLHOS DO DESERTO: Imagine uma planície com quilômetros e mais quilômetros no sentido Norte e Sul... com tamanha largura no sentido Leste e Oeste a perder de vista... fabricada pelo deslizamento colossal e irrefreável de um gigantesco rio de gelo, glaciares estupendos... e de repente... duas grandes crateras nas quais alguém a pé, de bicicleta ou carro cairia... mas não qualquer cratera... duas crateras cheias de água... de causas e origens desconhecidas.... cujas profundidades ainda por serem calculadas com precisão, conhecidas como OS OLHOS DO DESERTO! Aí dá-se margem à imaginação... aí há quem diga que a vasta planície era campos de aterrissagem de ET's... até porque não muito longe dali está Nazca, com desenhos com quilômetros de comprimento... E AÍ SURGE O LADO MÍSTICO E MISTERIOSO DO DESERTO.


Ojos del Salar - Crateras de origens desconhecidas no meio do deserto - profundidade desconhecida - Água salobra

O sol manda - impera - colore - evapora - vivifica e mata - Ojos del Salar

Foto tirada de cima do Caminhão da excursão

O deserto é um conjunto de paradoxos e de encontro de extremos


UM OÁSIS NO DESERTO É MAIS SECO QUE O NORDESTE NA PIOR SECA - UMA REFLEXÃO NECESSÁRIA - UMA LIÇÃO CULTURAL E POLÍTICA: A visita ao Atacama obriga a uma mudança de conceito de Oásis e do que seja Seca para um nordestino brasileiro. Os oásis do Salar do Atacama medem poucos quilômetros de cumprimento e alguns de largura. OS MAIORES. Graças à água salobra que aflora à superfície da terra, conforme as forças e a vontade da Natureza. Neles há um pouco de verde. Algumas milhares de árvores, cuja maioria não supera os 10 metros de altura, de um verde esmaecido, raquítico. PARA O POVO DO ATACAMA UM PARAÍSO. Cá no sertão do Nordeste do Brasil, na pior seca possível, há mais água, mais árvores e mais fartura em alguns hectares do Nordeste, que em qualquer oásis do Atacama e com água de boa qualidade. além da rica fauna e rica flora. Então pode-se fazer uma pergunta: COMO NUM DESERTO UM POVO, COM RECURSOS NATURAIS TÃO LIMITADOS E EM SITUAÇÃO TÃO EXTREMA CONSEGUIU DURANTE MAIS DE 10.000 ANOS FUNDAR UMA CULTURA, UMA CIVILIZAÇÃO??? E NO NORDESTE BRASILEIRO, MAIS RICO QUE QUALQUER OÁSIS NO ATACAMA A SECA CAUSA TANTA MISÉRIA??? Na verdade, pode-se concluir que a seca é uma criação política que gera um verdadeiro oásis para corrupção. SEM DÚVIDA QUE O PROBLEMA DAS SECAS É POLÍTICO. Seria muito importante que o povo nordestino pudesse aprender a cultura atacamenha e que os políticos brasileiros governassem com a seriedade dos governante dos países do Norte da Europa. QUE LIÇÃO POLÍTICA O ATACAMA TAMBÉM É CAPAZ DE DAR!



Mara Paula - Contemplação aos Ojos del Salar ao Por do Sol

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails