quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

SERVIDORES MUNICIPAIS DE PARAMOTI EM DIA DE PROTESTO E LUTA PARALISAM ATIVIDADES PELO SALÁRIO DE NOVEMBRO DE 2014 EM ATRASO - FAZEM CAMINHADA PELAS RUAS E PARTICIPAM DE AUDIÊNCIA MEDIADA PELO MINISTÉRIO PÚBLICO

Unanimidade a categoria votou pela suspensão do movimento - O Município tem 05 dias para fazer proposta de pagamento
A votação acima se deu em frente à sede do Sindicado dos Servidores Públicos Municipais de Paramoti
Fotos: Mara Paula - Valdecy Alves

UM DIA DE PARALISAÇÃO - DE PROTESTO PELA RUAS DE PARAMOTI E REALIZAÇÃO DE AUDIÊNCIA INTERMEDIADA PELO MINISTÉRIO PÚBLICO: Desde o começo de dezembro que a categoria se mobilizou com o boato de que o Município não pagaria o mês de novembro de 2014, nem 13º, talvez também não pagaria nem dezembro. Desde então entrou em mobilização permanente. O Município não pagou novembro/2014. Com o dinheiro a mais do FPM, creditado, pagou o 13º, deixando novembro para trás. A CATEGORIA EM PROTESTO PARALISOU SUAS ATIVIDADES NA MANHÃ DE 11/12/2014 - FEZ UMA CAMINHADA DE PROTESTO PELAS RUAS - DENUNCIANDO O ATRASO E FOI ATÉ O FÓRUM ONDE HOUVE AUDIÊNCIA COM O MUNICÍPIO INADIMPLENTE - MEDIADA PELA PROMOTORIA - COM A PRESENÇA DO PREFEITO SAMUEL BOYADJIAN E DE VÁRIOS SECRETÁRIOS MUNICIPAIS. 

Caminhada de protesto pelas ruas de Paramoti
Atém frente ao Fórum
HOUVE NEGOCIAÇÃO - FOI DADO O PRAZO DE 05 DIAS PARA O MUNICÍPIO APRESENTAR RELAÇÃO DE TODOS OS CONTRATADOS E APRESENTAR PROPOSTA DE PAGAMENTO DO MÊS DE NOVEMBRO DE 2014: Com a categoria em assembleia em frente ao fórum, ocorreu a audiência de conciliação mediada pelo Ministério Público. Após muitos argumentos, observações e debates. Foi dado 05 dias ao Município de Paramoti para apresentar a relação de todos os servidores contratados. O promotor deixou claro que o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Paramoti representou criminalmente e por improbidade. Que o prefeito não poderia atrasar salários. Já que até outubro de 2014 pagou em dia. Por conta de tal prazo, a pedido do Ministério Público, a categoria resolveu aguardar os 05 dias, mantendo ESTADO DE MOBILIZAÇÃO PERMANENTE.

Momentos da caminhada de protesto e foto em frente ao fórum
Após audiência com o Ministério Público com presença do Município

EM SEGUIDA A CATEGORIA VOLTOU PARA SEDE DO SINDICATO - EM CAMINHADA PELAS RUAS E REALIZOU ASSEMBLEIA APROVANDO ALGUNS ENCAMINHAMENTOS POR UNANIMIDADE: A categoria reconheceu a seriedade e a intervenção eficaz do Ministério Público, apostando na negociação, antes de qualquer ação criminal e por improbidade contra secretários municipais e o prefeito. Suspendeu a paralisação e qualquer possibilidade de deflagrar greve. Aguardará os 05 dias. O prefeito comprometeu-se a apresentar proposta nos 05 dias e a não perseguir nenhum servidor que tenha paralisado. ASSIM, EVITANDO-SE RETALIAÇÕES À LIBERDADE DE EXPRESSÃO E AO DIREITO DE RESISTÊNCIA E MANIFESTAÇÃO. A categoria aprovou que não aceita parcelamento quanto ao pagamento do mês em atraso, novembro de 2014. ESTABELECENDO O PRAZO DE PAGAMENTO PARA O DIA 20/12/2014, QUANDO SERÃO CREDITADOS VULTOSOS VALORES NAS CONTAS DO MUNICÍPIO. O representante do Ministério Público deixou claro ainda, que os servidores concursados têm que ser pagos com prioridade. Contratados e comissionados ficam para depois. 

A LUTA CONTINUA. DECRETADA MOBILIZAÇÃO PERMANENTE. E É UMA GRANDE INJUSTIÇA, EM PLENO DIA 11/12/2014, UM DIA APÓS O DIA INTERNACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS, OS SERVIDORES NÃO RECEBEREM SEU SALÁRIO DO MÊS DE NOVEMBRO DE 2014, LEVANDO-SE EM CONTA QUE SALÁRIO É A MAIOR GARANTIA DO DIREITO À VIDA E À DIGNIDADE HUMANA. O MUNICÍPIO QUE PAGUE OU PAGUE O PREÇO DE ENFRENTAR TODA RADICALIZAÇÃO POSSÍVEL POR PARTE DA CATEGORIA. CASO O MUNICÍPIO NÃO PAGUE E MANTENHA A VERGONHOSA VIOLAÇÃO A UM DIREITO QUE É HUMANO, UNIVERSAL E FUNDAMENTAL CONFORME A CONSTITUIÇÃO DO BRASIL. PREFEITO SAMUEL BOYADJIAN, VAMOS RESPEITAR O DIREITO À VIDA. SALÁRIO É VIDA!

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails