sábado, 7 de fevereiro de 2015

SERVIDORES DE MUCAMBO APROVAM CAMPANHA SALARIAL 2015 - RECEBEM APOIO DA MAIORIA DOS VEREADORES E APROVAM ABERTURA DE DUAS CPI's E DE PROCESSO POR CRIME DE RESPONSABILIDADE CONTRA O PREFEITO QUE SERÁ JULGADO PELA CÂMARA - MUCAMBO PEGOU FOGO!

Campanha salarial e estratégias de luta aprovadas por unanimidade
Fotos: Mara Paula - Valdecy Alves
APROVADA CAMPANHA SALARIAL 2015 -  MUCAMBO FERVE COM OS ABUSOS COMETIDOS PELO PREFEITO VILEBALDO AGUIAR - SERVIDORES RECEBEM APOIO DA MAIORIA DOS VEREADORES QUE NÃO CONCORDAM COM AS ATITUDES DITATORIAIS DO PREFEITO: Na manhã de 07/02/2014, centenas de servidores, convocados pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mucambo, revoltados, indignados, perseguidos e vitimados pelos abusos do prefeito Vilebaldo, que age como monarca e como se a Constituição Federal não tivesse validade em Mucambo, APROVARAM POR UNANIMIDADE A CAMPANHA SALARIAL DO ANO DE 2015. Não há categoria mais sofrida que os servidores municipais de Mucambo.Nem prefeito que age com tanto autoritarismo e arbítrio em todo o Estado do Ceará contra direitos dos servidores. É como se em Mucambo houvesse uma espécie de feudalismo pseudo-democrático e o estado democrático de direito ainda fosse uma ficção. A CATEGORIA REPUDIA E DIZ NÃO A TANTO ABUSO E A TANTAS ILEGALIDADES. NUNCA UM PREFEITO VIOLOU TANTOS DIREITOS DE TANTOS SERVIDORES O TEMPO TODO COMO ATUALMENTE EM MUCAMBO NA HISTÓRIA DO CEARÁ.
Momentos importantes da assembleia: Aprovação da Campanha salarial - Oradores: Aurivan Castro e Marisa
05 DOS 09 VEREADORES DO MUNICÍPIO COMPARECERAM À ASSEMBLEIA PARA DECLARAR QUE SÃO SOLIDÁRIOS À LUTA DOS SERVIDORES E QUE NÃO CONCORDAM COM O AUTORITARISMO DO PREFEITO: Para surpresa dos servidores, 05 dos 09 vereadores de Mucambo compareceram voluntariamente à assembleia para apresentar seu apoio total à luta dos servidores. Segundo eles, já não suportam tanto abuso por parte do prefeito. Diante do fato novo, a categoria resolveu adotar a estratégia de acionar a Câmara Municipal, já que presentes a maioria dos vereadores do Município, no sentido de provocar o uso de ferramentas previstas na Lei Orgânica, criadas para que o Poder Legislativo possa dar eficácia às leis que aprova. Visto que a maioria dos itens da campanha salarial são direitos previstos no Estatuto do Servidor, na Lei Orgânica Municipal e na Constituição Federal. Foi requerido pela assembleia aos vereadores a abertura de CPI para investigar a negação do piso ao professor graduado e demais classes, em 2014, abertura de outra CPI para investigar a violação ao direito à insalubridade, feita uma representação para abertura de crime de responsabilidade contra o atual prefeito, que não pode violar nem a lei, nem o estado democrático de direito. OS VEREADORES: 1) Edilson Salvino (Presidente); 2) vereadora Voca; 3) Vereador Netão; 4) Vereador Nonatim Jerônimo e 5) Vereadora Dra.Joana se comprometeram publicamente a lutar em defesa dos direito sociais e da implementação dos princípios constitucionais. DECLARANDO QUE APOIARIAM A CPI E ABERTURA DO PROCESSO POR CRIME DE RESPONSABILIDADE. Defendendo assim o Estado Democrático de Direito colocando fim ao Estado da Vontade do Prefeito Vilebaldo. A Lei é maior que a vontade de qualquer governante. Sem dúvida que fortalecida a democracia. A categoria se comprometeu a comparecer em peso às sessões que serão realizadas na Câmara Municipal nos próximos dias.
A categoria aprova por unanimidade abertura de duas CPI 's e de Processo crime por responsabilidade
Oradores: Adriano Fernandes e Dr. Valdecy Alves
SOBRE A APROVAÇÃO DO REAJUSTE de 22,97% DO PISO DO PROFESSOR PARA O ANO DE 2015 COMO INICIATIVA DA CÂMARA MUNICIPAL: Debateu-se com os vereadores presentes e toda a categoria a possibilidade da própria Câmara Municipal aplicar o percentual de reajuste de 22,97%, linear para todas as classes do magistério, para correção do piso do professor no ano de 2015. CONCLUIU-SE QUE A CÂMARA PODE DAR INICIATIVA A TAL PROJETO DE LEI, vez que a política do piso do professor é federal, os recursos são federais e estão sendo repassados em dia. Cabendo à Câmara e aos vereadores apenas adequar a lei municipal à lei federal. Mesmo assim, a categoria resolveu dar 10 dias para o prefeito reajustar linearmente o piso de todas as  classe dos professores em 22,97%. SOB PENA DE EM 10 DIAS, A PRÓPRIA CÂMARA MUNICIPAL APROVAR O REAJUSTE. Caso o prefeito se omita, caso envie projeto com reajuste em percentual menor que 22,97%. E NÃO ADIANTA VETAR, POIS 05 VEREADORES TOTALIZAM A MAIORIA ABSOLUTA NA CÂMARA MUNCIPAL, CAPAZ DE DERRUBAR QUALQUER VETO. A luta está lançada. A categoria está acreditando nos 05 vereadores e espera que se mantenham firmes, coerentes e em bloco em defesa da Constituição, da valorização do servidor, da justiça social, do serviço público de qualidade e reforçando a democracia, que só pode existir onde o Poder Legislativo é livre e age com autonomia, garantindo a implementação dos direitos sociais abusivamente violados e positivados em leis, sobretudo na Constituição.


A categoria que respeito aos seus direitos e à justiça social
Vereadores na foto do meio se comprometem defender a Constituição e Direitos Sociais acatando a decisão da assembleia
Vereadores: Netão - Edilson Salvino (de boné - presidente) Voca
Vereadores ausentes que confirmaram apoio aos servidores: Nonatim Jerônimo e Dra. Joana
Na última foto: Lideranças comunitárias denunciam fechamento de escolas em distritos - revolta geral
COMUNIDADES RURAIS DE MUCAMBO DENUNCIAM VIOLAÇÕES A DIREITOS DOS ALUNOS EM DISTRITOS - CRITICAM A BUROCRACIA E O DESCASO COMO O PROMOTOR DA COMARCA ESTÁ TRATANDO A VIOLAÇÃO SEM DAR PRIORIDADE AOS DIREITOS DAS CRIANÇAS E DOS ADOLESCENTES VITIMADOS: Lideranças comunitárias de 03 distritos de Mucambo pediram apoio aos servidores e ao Sindicato à sua luta pela manutenção das escolas em 03 dos maiores distritos. Pois o prefeito resolveu fechar 03 escolas com dezenas de alunos, a maioria crianças, que doravante, CASO O PREFEITO FECHE AS ESCOLAS QUE ESTÃO SEM FUNCIONAR, terão que se deslocar muitos quilômetros até a cidade para terem acesso à escola. MUITOS DESISTIRÃO POR SEREM MUITOS NOVOS E PELOS RISCOS DA VIAGEM. Decisão que o prefeito tomou sem debater com a população, sem debater com as comunidades escolares prejudicadas, com os alunos. Assim prejudicando a qualidade de vida dos alunos e sucateando a qualidade da educação. 

AS LIDERANÇAS DEIXARAM CLARO QUE AS COMUNIDADES RESISTIRÃO À TAMANHA INJUSTIÇA, QUE SÓ BENEFICIA DONOS DE TRANSPORTES DE ALUNOS. Terça feira estarão com o promotor da Comarca. AS LIDERANÇAS CRITICARAM A INDIFERENÇA DO PROMOTOR DIANTE DOS GRAVES FATOS, A BUROCRACIA E QUE SE O PROMOTOR NÃO AJUIZAR AÇÃO CIVIL PÚBLICA E TOMAR IMEDIATAS PROVIDÊNCIAS, VIRÃO EM ÔNIBUS PARA FORTALEZA, PARA PEDIR SOCORRO À PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA E DENUNCIAR O ABUSO PARA TODA IMPRENSA DO CEARÁ. Pois os interesses das crianças e adolescentes são dotados de absoluta prioridade, que está sendo violada pelo prefeito e ignorada pela promotoria. Não apenas receberam o apoio das centenas de servidores como dos 05 vereadores que estudarão urgentes medidas para coibir tal monstruosidade que prejudica aqueles jovens, que a Constituição manda dar especial proteção e elege como prioridade. MAS O PREFEITO ACHA QUE AS SUAS PRIORIDADES, SABE SE LÁ QUAIS SÃO... !!! SÃO AS MAIORES E DIVINAS. Mais uma vez pisando na Constituição Federal e de quebra rasgando o Estatuto da Criança e do Adolescente. OS ALUNOS NÃO ESTÃO INDO ÀS AULAS, SERIAMENTE PREJUDICADOS. SEGUNDO AS LIDERANÇAS, NÃO DESISTIRÃO DA LUTA. O SINDICATO ESTÁ VENDO A POSSIBILIDADE DE ARREGIMENTAR PROFESSORES APOSENTADOS PARA DAR AULA VOLUNTARIAMENTE NAS COMUNIDADES PARA EVITAR PREJUÍZOS AOS ALUNOS ENQUANTO DURAR A LUTA DA POPULAÇÃO NA BUSCA DO ACESSO AO DIREITO À EDUCAÇÃO, DIREITO HUMANO UNIVERSAL E FUNDAMENTAL, QUE EM MUCAMBO ESTÃO SENDO DESPREZADO PELO PODER EXECUTIVO.

A LUTA POR CIDADANIA! POR RESPEITO! POR VALORIZAÇÃO! POR DIGNIDADE! ESTÁ LANÇADA E COM APOIO DA MAIORIA DOS VEREADORES E UNIÃO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS (Comunidades e Sindicato) - POIS PODER MAIOR E INTERESSE MAIOR É O DO POVO NÃO O DOS QUE SÃO ELEITOS PARA GOVERNAR E QUEREM SER DONOS DO PODER - DA VONTADE E DA LIBERDADE DO POVO! OS ELEITOS DEVEM SERVIR - NÃO SE SERVIREM DO POVO - TAMPOUCO ABUSAR E COMETER ARBÍTRIOS! TODOS SE COMPROMETEREM A COMPARECER ÀS SESSÕES NA CÂMARA MUNICIPAL ONDE OS TEMAS EXPLOSIVOS SERÃO TRATADOS - SE O PREFEITO TIVER JUÍZO AVANÇARÁ NO RESPEITO AOS DIREITOS DOS SERVIDORES E RECUARÁ DE FECHAR ESCOLAS NAS COMUNIDADES! O POVO COM SEU PODER FARÁ MUCAMBO FERVER!

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails