terça-feira, 15 de setembro de 2015

SERVIDORES DE QUIXERÉ SUSPENDEM GREVE A PEDIDO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA QUE INSTALOU MESA DE NEGOCIAÇÃO MARCANDO SEGUNDO AUDIÊNCIA NO DISSÍDIO AJUIZADO PELO SINDICATO - BUSCANDO RESOLVER AS CAUSAS DA GREVE - A LUTA CONTINUA


Momentos da audiência dos professores de Quixeré em greve - No Tribunal de Justiça
Fotos: Mara Paula - Valdecy Alves 
DEPOIS DE QUASE 30 DIAS DE GREVE- FINALMENTE O MUNICÍPIO COMPARECEU PARA NEGOCIAR DEPOIS DE INTIMADO PELO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO CEARÁ EM DISSÍDIO DE GREVE AJUIZADO PELO SINDICATO DOS SERVIDORES DE QUIXERÉ: Após 26 dias de greve - SÓ NAS BARRAS DO TRIBUNAL O MUNICÍPIO DE QUIXERÉ COMPARECEU PARA NEGOCIAR - pois até então não estava nem aí. Apostando no quanto é pior melhor. Demonstrando desrespeito com os professores e com a política educacional do Município. O PREFEITO NÃO COMPARECEU, o que é obrigação, pois é o representante legal do Município. SENDO NO MÍNIMO UM ABSURDO IGNORAR A INTIMAÇÃO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Não há risco de ser punido imediatamente, pois a representação por improbidade, criminal e pedido de intervenção no Município, só serão apreciadas após as audiências. POR ISSO FOI MARCADA AUDIÊNCIA PARA O DIA 14/10/2015, DESTA FEITA O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DETERMINOU QUE O PREFEITO DE QUIXERÉ, SR. BESSA, TEM QUE COMPARECER, afinal é ele quem tem o poder político de decidir e é pago para gerir o Município. DENTRE AS PRINCIPAIS REIVINDICAÇÕES ESTÁ O RESPEITO À ISONOMIA PARA TODOS OS PROFESSORES DO MUNICÍPIO TEREM O MESMO REAJUSTE EM 2015; REFORMA DO PLANO DE CARREIRA DOS PROFESSORES COM A DEVOLUÇÃO DA EXTINÇÃO E INCORPORAÇÃO DE DIREITOS ADQUIRIDOS, entre outras reivindicações.

O Município tentou argumentar absurdos
DESEMBARGADORA SÉRGIA MIRANDA MARCOU NOVA AUDIÊNCIA E PEDIU A SUSPENSÃO DA GREVE - EM VIRTUDE DE ESTAR INTERMEDIANDO A NEGOCIAÇÃO INSTAURADA - JULGANDO O DISSÍDIO DE GREVE AJUIZADO PELO SINDICATO CASO NÃO SE RESOLVAM AS PENDÊNCIAS ATRAVÉS DA NEGOCIAÇÃO-QUANDO APRECIARÁ O PEDIDO DE ABERTURA DE AÇÃO POR IMPROBIDADE - CRIMINAL JUNTO Á PROCAP E PEDIDO DE INTERVENÇÃO NO MUNICÍPIO POR VIOLAÇÃO Á LEI DO PISO - À LEI DO FUNDEB - À LDB E À CONSTITUIÇÃO FEDERAL: Só é possível ajuizamento de dissídio de greve por um sindicato quando a categoria se encontra em greve. GRAÇAS À GREVE FOI POSSÍVEL AJUIZAR O DISSÍDIO NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA, QUE INSTAUROU A MESA DE NEGOCIAÇÃO, na busca de solução do conflito. Por sua feita, como sempre, traiçoeiramente, o Município ajuizou SEU DISSÍDIO DE ILEGALIDADE DE GREVE, Processo nº 0626653-26.2015.8.06.0000. A greve não tem como ser julgada ilegal, porque a categoria acatou a sugestão da desembargadora Sérgia Miranda,  para suspender a greve visto que a mesa de negociação da greve está instaurada e será intermediada pelo Tribunal de Justiça. A categoria aceitou também a ideia de suspensão da greve, com manutenção da negociação, em respeito aos pais de alunos e aos próprios alunos, cujo apoio à luta dos professores de Quixeré, tem sido fundamental. E quanto à próxima audiência, O Sindicato dos Servidores de Quixeré requereu a presença do prefeito Bessa na audiência. POIS ELE ESTÁ, COMO AVESTRUZ, ESCONDENDO-SE PARA NÃO RESOLVER A DEMANDA. O Tribunal acatou e determinou que o Prefeito Bessa esteja presente na próxima audiência de conciliação.  

Pais e mães de alunos de Quixeré - cujo apoio à greve dos professores tem sido fundamental
Um exemplo de cidadania
A LUTA CONTINUA. ANTES DA PRÓXIMA AUDIÊNCIA EM 14/10/2015, A DESEMBARGADORA ORIENTOU QUE OCORRA NEGOCIAÇÃO ENTRE AS PARTES:  a impressão que se tem é que há uma força oculta dentro do Município trabalhando para queimar o Prefeito Bessa, que deveria assumir a frente das negociações e resolver a causa da greve. POIS A SUA OMISSÃO é um verdadeiro desastre.  ORIENTAÇÃO PARA QUE DESAPAREÇA, QUE NÃO NEGOCIE, QUE CONTINUE VIOLANDO A LEI DO PISO, A LEI DO FUNDEB, A LDB E A CONSTITUIÇÃO... como se isso não tivesse consequências. POIS QUEM QUER QUE ESTEJA ORIENTANDO NÃO RESPONDERÁ POR IMPROBIDADE, NEM CRIMINALMENTE, NEM SOFRERÁ PROCESSO DE INTERVENÇÃO, TAMPOUCO PAGARÁ OS DANOS MORAIS. QUEM RESPONDERÁ É O PREFEITO BESSA!  Quem tem orientadores assim, não precisa de inimigo. A assessoria do prefeito deveria explicar para o Prefeito Bessa os riscos que ele está correndo perante a mais alta corte da Justiça Cearense. PARECE QUE NO MUNICÍPIO TEM GENTE APOSTANDO NO QUANTO PIOR MELHOR E A UM SÓ TEMPO, TENTAR DESMORALIZAR OS PROFESSORES, SUCATEAR A POLÍTICA EDUCACIONAL E CAUSAR GRAVES PREJUÍZOS POLÍTICOS AO PREFEITO ATUAL, que deverá ser tostado e rifado politicamente, por sua postura pouco democrática, ilegal, imoral, inconstitucional e muito abusiva. A GREVE FOI APENAS SUSPENSA, MAS DEPENDENDO DAS NEGOCIAÇÕES, poderá ser retomada a qualquer momento. A LUTA - COMO NUNCA - SEGUE ADIANTE! 

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails