sábado, 4 de fevereiro de 2017

AMIGO JUNIOR HOLANDA FALECEU NESTE SÁBADO FUNESTO - 04/02/2017 - AQUI - AMIGO - QUE CONTINUA VIVO NA MINHA MEMÓRIA E APRENDIZADO - MINHA HUMILDE HOMENAGEM



Junior Holanda - Humanista - Professor e Ativista
No II Seminário Sertão - Seca - Memória e Cidadania

Estimado amigo, Júnior Holanda:


Querido amigo, Júnior Holanda
Falecido nesse fatídico 04/02/2017
Em pleno crepúsculo... 
Que seja inspiração para aurora da esperança
Das novas gerações!
Amigo, desde a mais tenra infância
Quando a morte ceifa quem é tão próximo
Temos vontade de matar a morte e
Sentimos o seu hálito...
Porém a melhor forma de vencer a morte e dela rir...
É seguirmos com o comboio da vida
Dileto amigo!
Levando também teus sonhos conosco
Pois tantos, contigo, dividiram sonhos
E contigo praticaram ações por uma nova era...
Teus sonhos seguem conosco, estimado amigo!
Estás vivo! Amigo! E mais vivos continuamos 
Levando conosco junto aos nossos sonhos os sonhos teus!

Lembro-me, amigo
Dos tempos de escola
Das corridas pelo pavilhões
Gritos... risos... correrias...
Tantos... tantos alunos
Numa escola simples
De uma cidade pobre
Esquecida por Deus...
Perseguida pelo diabo...
Traída pelos homens do poder...
Mas os alunos, todos nós
Tão cheios de vida, de esperança
De crença em nós mesmo e na humanidade...

Querido amigo, Júnior Holanda
Falecido nesse fatídico 04/02/2017
Em pleno crepúsculo... 
Que seja inspiração para aurora da esperança
Das novas gerações!
Amigo, desde a mais tenra infância
Quando a morte ceifa quem é tão próximo
Temos vontade de matar a morte e
Sentimos o seu hálito...
Porém a melhor forma de vencer a morte
É seguirmos com o comboio da vida
Dileto amigo!
Levando também teus sonhos conosco
Pois tantos, contigo, dividiram sonhos
E contigo praticaram ações por uma nova era...
Teus sonhos seguem conosco, estimado amigo!
Estás vivo! Amigo! E mais vivos continuamos 
Levando conosco junto aos nossos sonhos os sonhos teus!

Oh, amigo!
Tiveste a vida pausada tão repentinamente
Mas basta rebobinar o filme
E eis uma história de vida
Que ao se acabar
Estilhaça nossa esperança...
Que de imediato é reconstruída
E dobra em resistência e em extensão
Quando podemos olhar
Teu exemplo de luta, militância
Ao longo de uma vida ativa
De verdadeira cruzada política
Em que se confundem teus sonhos pessoais
Com as grandes utopias
Sonhadas e buscadas por todos os idealistas
Lutadores e homens de bem da humanidade!
E a tua perseverança sempre nos dizendo
Mesmo diante da morte das adversidades
Tão importante quanto a realização do sonho
E nunca desistir e sempre lutar!

Querido amigo, Júnior Holanda
Falecido nesse fatídico 04/02/2017
Em pleno crepúsculo... 
Que seja inspiração para aurora da esperança
Das novas gerações!
Amigo, desde a mais tenra infância
Quando a morte ceifa quem é tão próximo
Temos vontade de matar a morte e
Sentimos o seu hálito...
Porém a melhor forma de vencer a morte
É seguirmos com o comboio da vida
Dileto amigo!
Levando também teus sonhos conosco
Pois tantos, contigo, dividiram sonhos
E contigo praticaram ações por uma nova era...
Teus sonhos seguem conosco, estimado amigo!
Estás vivo! Amigo! E mais vivos continuamos 
Levando conosco junto aos nossos sonhos os sonhos teus!

Amigo, nessa ilusão de passado
Presente e futuro... enfim... do tempo
Estarás sempre presente como referência
És força pura e inspiradora
Como um farol no começo dos tempos
Lá nos primórdios das infâncias de nossa geração
És a saudade que nasce no presente
Capaz de eternizar tua pessoa
E mais ainda...  És a estrela d'alva
Que diz, logo após o pôr do sol:
- Eis-me aqui luz a dizer que acreditem no futuro
Gerações do presente e gerações do por vir...
Mesmo quando a mais negra escuridão da noite aportar...
E assim, amigo, sempre que chegar a noite
Por maior que seja a escuridão...
A noite tempestuosa capaz de encobrir o céu estrelado
Estarás presente no céu de nossas mentes
Brilhando... iluminando... Pois a história é assim
Os grandes seres humanos aumentam a luz do dia
Somando-se ao clarão do sol...
E é estrela polar... a guiar... nas trevas...
Quando até o sol nos abandona!

Querido amigo, Júnior Holanda
Falecido nesse fatídico 04/02/2017
Em pleno crepúsculo... 
Que seja inspiração para aurora da esperança
Das novas gerações!
Amigo, desde a mais tenra infância
Quando a morte ceifa quem é tão próximo
Temos vontade de matar a morte e
Sentimos o seu hálito...
Porém a melhor forma de vencer a morte
É seguirmos com o comboio da vida
Dileto amigo!
Levando também teus sonhos conosco
Pois tantos, contigo, dividiram sonhos
E contigo praticaram ações por uma nova era...
Teus sonhos seguem conosco, estimado amigo!
Estás vivo! Amigo! E mais vivos continuamos 
Levando conosco junto aos nossos sonhos os sonhos teus!

Adeus, querido, dileto e estimado amigo!


                                                  Valdecy Alves,  Fortaleza (CE), 04 de fevereiro de 2017 da Era Cristã.


Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails