quarta-feira, 21 de junho de 2017

ARTISTA PLÁSTICO RONALDO CAVALCANTE EXPÕE SUA OBRA NO IATE CLUBE EM FORTALEZA - VALE A PENA CONFERIR! QUANDO O POPULAR E O CLÁSSICO SE ENCONTRAM E SE TORNAM UNIVERSAL...



Obras de Ronaldo Cavalcante mostrando um recorte da nossa cultura

TODO DIA APÓS ÀS 03 DA TARDE -VOCÊ PODE VISITAR A EXPOSIÇÃO DO ARTISTA PLÁSTICO RONALDO CAVALCANTE - QUE ACONTECE NO IATE CLUBE - NA AVENIDA DA ABOLIÇÃO - 4813 - FORTALEZA - CEARÁ E AINDA VER O POR DO SOL COM MÚSICA: Até o dia 15 de julho de 2017 - quem ama escultura - desenho - pintura... e que tenham como inspiração a cultura cearense, demonstrando o seu lado universal, está convidado para a marcante exposição desse artista plástico talentoso, que ama sua terra, que ama seu povo, mas que cria para dialogar, através da beleza, com toda a humanidade. Ronaldo Cavalcante nasceu na cidade de Senador Pompeu, conterrâneo de Moreira Campos, reside em Fortaleza há anos. Do Ceará, do Nordeste do e para o mundo! Também é compositor, já tendo composto músicas em parceria com Patativa do Assaré, de quem era compadre e para quem desenhou capas de livros, e outros importantes artistas.  Leia abaixo, entrevista exclusiva com o artista plástico Ronaldo Cavalcante:


 Cantor Belchior
De: Ronaldo Cavalcante
Valdecy Alves - Como você define sua obra? Um trabalho da estética pela estética? Um trabalho regional? Qual seria a exata definição?

Ronaldo Cavalcante – Meu caro Valdecy, o que menos me atrai no fazer artístico é a estética com compromisso de beleza, tento desenvolver meu oficio artístico como algo que represente o meu pensamento numa maneira de ver do mundo em que vivo como mensageiro de um tempo sem muita pretensão.

O regional é universalizado como essência criativa de todos nós poetas e artistas, fincados em nosso chão.
Música New York New York, dos compositores, John Kander e Fred Ebb é tão regional/Universal quanta Garota de Ipanema de Tom Jobim e Normam Gimbel que igualmente são obras artísticas, que falam das regiões onde foram criadas.

V.A - Quantas obras estão expostas e qual a temática abordada? São desenhos, pinturas, esculturas... o que exatamente?

R.C – São ao todo Trinta e três peças, nas técnicas de desenhos em bico de pena nanquim e aquarela, esculturas em argila patinada, e em acrílica, pintura sobre tela. Os temas abordados são a minha verdade a minha vivencia na cultura popular.

V.A - As razões de adotar a temática Recortes da Paisagem. A que paisagem vc se refere??

R.C – As paisagem do meu olhar, do que vivi e pesquisei nas minhas andanças. Abordo temas como o Maracatu, o Bumba Meu Boi, a Música e as Lutas de Classes porque sempre estive presente nessas manifestações.


O Mítico Antonio Conselheiro
De: Ronaldo Cavalcante
 V.A - Que artista plástico mais admira e qual artista mais influenciou seu trabalho?

R.C – Gustavo Doré o ilustrador da Divina Comédia Humana e meus saudosos amigos Luiz Karimai e Audifax Rios - Tenho uma profunda admiração pelos artistas que tenham no povo a sua matéria prima como elemento criativo, seja na arte que for...

V.A - Dos artistas da história universal qual vc mais admira? Que pintura universal vc considera a mais perfeita e bela?

Patativa do Assaré - Patativa do Ceará
De: Ronaldo Cavalcante
R.C – Gosto de Auguste Rodin, a genial Camille Claudel, pintura são tantas inclusive de Brasileiros. Meu Xará Di Cavalcanti...  kkkkk...  a fase em que ele retrata os trabalhadores e as mulheres.

V.A - Como estão as composições musicais? Considerações finais:

R.C – A minha música dos solfejos delirante do EDILBERTO, descendo do auto do bode para a rua grande, com seu trompete invisível. (figura popular da minha cidade Senador Pompeu, que eu trago na memória de criança) e dos ensinamentos pratico e teóricos do Mestre Chico.

Tenho algumas composições gravadas com o pessoal do Ceará. Como Patativa do Assaré, Rodger Rogério, Rogério Franco, Fernando Neri e Outros.

Tenho uma carreira consolidada ilustrei vários livros, jornais e revistas, já trabalhei com artistas de renome nacional. Mas, me falta um trabalho na minha cidade Senador Pompeu, gostaria de fazer um monumento em homenagem aos Campos  de Concentração algo que represente os Direitos Humanos e seja uma referencia nacional em nossa cidade! E isso, requer dinheiro e um investimento sócio cultural. No mais a vida corre livre...   Um abraço.


Luiz Gonzaga - O homem que cantou o sertão de forma universal
De: Ronaldo Cavalcante
Abaixo, depoimentos de artistas cearenses sobre o artista Ronaldo Cavalcante e sua importante obra:

Ronaldo Cavalcante vem de um tempo de militância, onde fazer arte era ofício de resistência e a manifestação estética era antes um discurso do afeto. Os temas dos seus desenhos sempre foram escolhidos entre as coisas e os seres que lhe são caros, sejam eles folguedos populares ou aspectos da vida cotidiana ou, ainda, os muitos amigos que moram no lado "esquerdo do peito".

Nunca desenhou só por desenhar, nunca aceitou encomenda sem a coincidência com o seu desejo e o seu gosto, com a sua visão generosa de ver o mundo.

Diagramador, desenhista e ilustrador de livros e de revistas, sempre imprimiu em sua obra uma marca singular da cearensidade, não como uma gaiola que prende o pássaro-arte ao regionalismo, mas como participação intensa em uma comunidade de destino.

Rosemberg Cariry
Poeta e Cineasta
 
O Artista Plástico Ronaldo Cavalcante
De Senador Pompeu - Do Ceará - Do  e para o Mundo


Ronaldo Cavalcante expressa, através do traço, o açoite permanente de um povo marcado nas “estórias” pelas pradarias deste meu sertão sem fim, vem fincar nos salões das exposições abertas interna e externamente nos corações de concreto por estas paisagens urbanas.

Resistir com traço seria a palavra de ordem para este artista plástico que procura conciliar as duas coisas: ser revolucionário e fecundo e, ao mesmo tempo, conservador e histórico.

Revolucionário na busca do novo e conservador na preservação dos valores que
caracterizam a estória das lutas de classe que existem no Nordeste.

A marcha é longa como os traços, por isso não deve parar. Afinal, é do punho que surge o trabalho final da arte e da luta que o povo vive a sonhar.
           

B. C. Neto
Poeta e Professor Universitário



Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails