sexta-feira, 27 de abril de 2018

Poesia: Brasil em caos... O inferno é aqui - De: Valdecy Alves



Segunda vala - almas submergidas no esterco eterno
Ilustração: Gustave Doré

Brasil no Caos... O Inferno é Aqui

                                                             Dedico a todos os imbecis que opinando imbecilmente
                                                                          assassinam a esperança do amanhã e a liberdade de expressão

O caos mais genérico
Vejo no Brasil nos dias atuais
Uma tempestade
Caminhando para outras sucessões
De tempestades... e dias mais caóticos
Pois a fogo e o calor da má-fé
Fazem fervilhar todo esse maldito caos...

Uma guerra de medíocres
Com medíocres e frágeis opiniões
Opostas e aniquiladoras
Que não mostram divergências racionais
Mas um duplo homicídio de cidadanias
Com destino à síntese do nada...
Como se o exercício da liberdade
Como se o exercício da responsabilidade política
Fosse converter-se na própria tolice
No achar que sabe de tudo
quando de nada se sabe
Sequer o destino ao qual se dirige...
Olhem o Universo... Aprendam a lição eterna
No caos da fusão nuclear 
É onde nascem as estrelas
Já vocês, matando a liberdade de expressão
A cada manifesto, a cada recíproca ofensa
Nas redes sociais... em grupos... 
De todas as nuances políticas
Em sua grande maioria
Pior que chegar ao nada
Restarão como detritos, restos...
No oceano único dos tolos
Pois não souberam
Manter a individualidade
Dentro da unidade coletiva...
Ainda bem que os átomos
irracionais e inorgânicos
São bem diferentes de vocês...

Nesse caos
Os que sempre ganham com o poder
Contemplam o lamentável espetáculo
Nesse Coliseu brasilis de bárbaros
Do alto da arquibancada
Onde sempre tiveram...
Os que saírem inteiros desse fraticídio imbecil
Com mãos e braços serão locados nas plantações
Os mortos serão usados como adubo
Os egoístas que pouco pensam
Serão lotados na burocracia...
E tudo continuará pior que antes
Pois dessa cinza medíocre que restou
Só poderá renascer a ave da mediocridade
E assim... o Brasil continuará por mais 1.000 anos...

Somos a maior prova
De que sob o mais brilhante sol do equador
A imbecilidade é a pior das contínuas noites
Que luz alguma é capaz de iluminar...
E eterniza-se o mar das trevas sociais
Sopradas pelo egoísmo dos poderosos
Senhores da podridão dos abismos
Com ondas tempestuosas de corrupção
Que com as forças da neoescravidão
tudo oprime, apavora, corrompe e devora...
Dante nunca imaginou:
MAS O INFERNO É AQUI!

                                             
                                                   De: Valdecy Alves
                                                   Fortaleza (CE), 27 de abril de 2018

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails