domingo, 26 de junho de 2016

POR QUE A SÉRIE GAME OF THRONES FAZ TANTO SUCESSO? VOCÊ SE IDENTIFICA COM QUEM NA SÉRIE ? É PORQUE É UM RETRATO TRÊS POR QUATRO DA HUMANIDADE E UMA AULA DE CIÊNCIA POLÍTICA

Montagem feita por Valdecy Alves com imagens da série no Google
O Poder e os que querem o poder supremo
O HOMEM É O LOBO DO HOMEM E O MUNDO UMA GUERRA DE TODOS CONTRA TODOS: frase do filósofo inglês Thomas Hobbes que demonstra que no campo político o homem é o único animal na face da terra que não se contenta em vencer o outro para obter o poder político supremo, mas vencer e riscar da face da terra o inimigo. Em Game Of Thrones, série de HBO, todos estão numa guerra contra todos. Quando sobra tempo talvez seja possível amar, mas como é levado ao extremo, quando o poder está em jogo, amar é coisa para os fracos. Casamento é negócio. Contrapeso em tenebrosas negociações. O direito a estuprar é o primeiro direito do conquistador. Só é possível amar o poder. A essência da vida é viver no poder ou morrer pelo poder. E o povo... a fonte de poder... o povo fonte de poder, que transferiu o poder ao governante para ter segurança e paz, passa a não ter paz e segurança porque foi traído por quem colocou no poder... e esse mesmo povo ainda fornece os membros do poder do exército para manter a opressão. E servindo ao poder acaba por devorar-se a si mesmo... como a sucuri que se autodevora... Presente em Game Of Thrones o mundo de Hobbes. Aquele mundo que está tão presente na Divina Comédia de Dante. No inferno. Quando lhe perguntaram porque é a parte do inferno na sua obra que é a mais bela, mais completa, mais profunda, mais cheia de imaginação, ele respondeu sem titubear: - É só olhar para a história humana. Game Of Thrones é o mundo de Hobbes, do medo, do terror, de uma guerra de todos contra todos... é o inferno de Dante... homens são os piores demônios... quando o homem começa a matar até mesmo Deus...  e uma morte medíocre passa a ter mais sentido que a vida com glória... pois toda glória estará alicerçada em sangue... e todo medo na morte da traição que não tardará... afinal, ninguém tem o poder... o poder é que tem e que devora todos... e o povo...sempre o povo... fonte de todo poder e de toda imbecilidade vai indo... por inércia... dentro da máxima hobbesiana de que qualquer governo é preferível à ausência de governo... e no fim se têm desgovernos e povos desgovernados em choques irracionais se autodestruindo...

OS FINS JUSTIFICAM OS MEIOS E UM GOVERNANTE TEM QUE SE MOSTRAR BOM - MAS SÓ TERÁ PODER SE IMPUSER O MEDO - O TERROR E VIVER COM A ESPADA NA MÃO - MESMO EM TEMPOS DE PAZ: Games Of Thrones é uma aula de ciência política, através de uma história de ficção, que condensa a história da humanidade tão presente em todas as civilizações que se sucederam ao longo do tempo em todos os continentes. O conquistado ontem transformado em conquistador do amanhã... o escravizador de ontem... o escravo de amanhã... a única constante o poder... essa invenção humana... a criatura que superou e dominou o seu criador... dele se apoderando mais que os deuses que os homens criaram... pois mudando o senhor governantes... morrem e mudam os deuses... os deuses não foram capazes de ir além em todo o tempo e o espaço... cada um no seu reino por algum tempo... sendo mortos antes que Nietzsche anunciasse. só o poder... que hoje se armou com armas nucleares e ferramentas que voam cuspindo fogo... mais que 1.000 dragões de Daenerys... a bela e desejada rainha mítica, com quem qualquer um gostaria de deitar... mas ninguém iria querer como esposa... os dragões da rainha comparados a torpedos com ogivas nucleares não passam de palitos de fósforos... EM GAMES OF THRONES O PENSADOR MAIS PRESENTE NA HISTÓRIA É MAQUIAVEL. O poder como fim justifica todos os meios...o caso extremo é o incesto... a aliança da religião com a política... a Idade Média de Games... tudo pelo poder... e nenhuma utopia prometida pelos que mancharam a terra de sangue na luta pelo poder foi cumprida... a não ser a continuação do mundo de guerras pelo poder... produzindo mais e mais corpos... com mais e mais violência... um mundo em que os mortos renascem para lutar pelo poder que não conquistaram em vida... a morte reina... porque ela é o tributo cobrado pelo poder... que está vivo e onipresente... nos sete reinos... mudam-se os personagens... muda-se o espaço, muda-se o tempo... mas o poder está lá... representado pelo trono... o grande troféu que não pertencerá, mas devorará o futuro que se achar poderoso e nele sentar-se temporariamente... aquele trono é um buraco negro... uma fera devoradora... um estômago sem fim...deuses... misticismo... beleza... sexo... sensualidade... espadas... técnicas... tudo apenas tempero na guerra pelo poder... provocada pelo verdadeiro senhor da série e sonho de todos os humanos: O PODER! Maior Deus. Maior demônio. maior religião. Maior devorador dos homens. Num mundo assim, realmente não há poetas, nem filósofos. Pois é da força bruta. inteligência humanizadora e capaz de dar sentido ao dilúvio de corpos e sangue não é bem vinda! E aí tem-se realmente como tem sido em maior parte a história da humanidade nos cinco continentes desde os tempo imemoriais.

GAME OF THRONES UMA AULA DE CIÊNCIA POLÍTICA DE MAQUIAVEL: Game Of Thrones, dando razão a Maquiavel, mostra que na política e na luta pelo poder não existe ética; que a ambição humana não tem limites, nem a crueldade; que os aliados de ontem são os inimigos de amanhã; que o ser humano esquece quem matou seu pai e seu filho, mas não perdoa, nem se esquece de quem roubou o seu patrimônio, os Starks que o digam; que os amigos têm direito a tudo, mas os inimigos só têm direito à força da lei nos seus lombos; que um povo corrompido, que não teme seu Deus, aos juramentos, que não respeita valores... seus membros não são úteis nem a si mesmos. Apenas cederão soldados que a serviço do poder, como um câncer, matará esse próprio povo. FICA CLARO QUE O FIM DE TODOS É O PODER SUPREMO... E QUE NESSES CASOS... OS FINS JUSTIFICAM OS MEIOS. O VITORIOSO SERÁ APLAUDIDO, NINGUÉM QUESTIONARÁ COMO CHEGOU LÁ. O DERROTADO ESQUECIDO E PARA ELE, TODO CASTIGO SERÁ POUCO. TODO ESQUECIMENTO É O MÍNIMO QUE LHE DEVE OCORRER!

MAS HÁ UMA FAGULHA DE ESPERANÇA - MESMO QUE GAME OF THRONES SÓ MOSTRE TUDO O QUE FOMOS E TEMOS SIDO NA HISTÓRIA - VEJO UM ÁTOMO DE ESPERANÇA: porque o tempo continua. Ninguém tem como se apoderar nem do espaço, nem do tempo, que estão a salvo e além do ser humano. Mesmo assim, no silêncio da noite ou em esconderijos, as pessoas se amam e bebês continuam nascendo... cada novo dia...cada novo ser humano que nasce... traz consigo a possibilidade de um novo amanhã. EM QUE SE POSSA APRENDER COM TODOS OS ERROS DA HISTÓRIA PARA SE ACERTAR NA CONSTRUÇÃO DO NOVO AMANHÃ. E isso é uma esperança anunciada ao mundo por Hanna Arendt... filósofa judia... nascida na Alemanha nazista... que escapou dos campos de concentração... que depois se declarou sem pátria... traída e amada por nazista... ainda bem que o mundo de cá tem pensadores... tem filósofos... tem poetas... tem um céu estrelado que paira sobre todos e oceanos, cujas ondas, a cada segundo riem da humanidade...

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails