quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

SERVIDORES MUNICIPAIS DE ACARAÚ EM ASSEMBLEIA APROVARAM UM CONJUNTO DE RADICAIS MEDIDAS CASO O MUNICÍPIO NÃO CUMPRA O QUE FOI PROPOSTO - DINHEIRO É O QUE NÃO FALTA... A CATEGORIA ESTÁ MOBILIZADA PARAUMA VERDADEIRA GUERRA

Principais momentos da assembleia realizada em 09/12/2015 - Fotos: Mara Paula/Valdecy Alves 

NA MANHÃ DE 09/12/2015 - SERVIDORES MUNICIPAIS DE ACARAÚ PARTICIPARAM DE ASSEMBLEIA NO AUDITÓRIO DO SINDICATO DOS SERVIDORES APROVANDO CRONOGRAMA DE MEDIDAS RADICAIS QUE SERÃO EFETIVADAS CASO O MUNICÍPIO NÃO CUMPRA COM A PROPOSTA QUE FEZ: Desde o final de 2013 que o Município de Acaraú tem atrasado o pagamento do salário dos servidores. O que já levou a paralisações, protestos, greves,denúncias junto ao Ministério Público e ações na Justiça. DINHEIRO É O QUE NÃO FALTA! Graças à luta da categoria e a pressão descomunal, à força, o Município tem mantido a duras penas, o pagamento. SÓ QUE NO FINAL DE 2015, com o falso mito que os Município estão quebrados por conta dacrise do país, O QUE NÃO É VERDADE, tentou-se atrasar mais uma vez o pagamento dos servidores. AO SABER DE QUE SERIA REALIZADA ASSEMBLEIA NA MANHA DE 09/12/2015, O prefeito enviou a seguinte proposta:

1) Pagar o salário de novembro de todos os servidores de Acaraú no dia 10/12/2015;
2) Pagar o 13º no dia 18/11/2015;
3) Pagar o salário do mês de dezembro de 2015 em 08/01/2016;
4) Outras pequenas propostas.

A categoria resolveu aceitar a proposta, mas aprovando o seguinte cronograma de atividades que serão efetivadas, caso o Município não cumpra com o proposto:

1) Não pagando o salário de novembro/2015 em 10/12/2015, haverá assembleia no dia 16/12/2015, com paralisação e pauta de retomar a greve, que está apenas suspensa;
2) Ajuizamento de execução do Tac (Termo de Ajuste de Conduta), assinado perante o Ministério Público, através de Ação Civil Pública, com pedido de afastamento preliminar do prefeito do cargo e multa de até 100 vezes o seu salário;
3) Protocolo de pedido de Impeachment do prefeito de Acaraú, junto à Câmara Municipal, por crime de responsabilidade, por violação à lei, à Constituição e a Termo de Ajuste de Conduta - Tac - assinado perante o Ministério Público;
4) Suspensão de qualquer reposição das aulas,  até o pagamento do salário de dezembro/2015, em 08/01/2016;
5) Foi marcada assembleia para o dia 22/12/2015, para efetivação de medidas, caso não pague o 13º salário em 18/11/2015, com as demais medidas previstas no item 2, 3 e 4;
6) Foi marcada assembleia para o dia 11/01/2016, para efetivação das medidas previstas no item 1, 2,3 e 4, caso o salário de dezembro de 2015, não seja pago em 08/01/2016;
7) Decretado estado de mobilização permanente, elegendo-se comando de mobilização da categoria, que poderá ser transformado em comando de paralisação ou comando de greve, caso descumprido o proposto quanto ao salário de novembro/2015, 13º de 2015 e pagamento de salário de dezembro de 2015
8) Foi aprovado que todo diretor de escola, que praticar assédio moral ou perseguir professor, como um cão raivoso, será processado por assédio moral junto ao fórum de Acaraú.

CONCLUSÃO: As medidas radicais foram aporvadas por unanimidade. MAS SÓ SERÃO TOMADAS SE O PREFEITO NÃO CUMPRIR O PROPOSTO. Salário é vida. Tem caráter alimentar. É direito humano universal e fundamental inerente á dignidade da pessoa humana e ao mínimo existencial. O SERVIDOR NÃO ACEITARÁ PASSAR UM NATAL COM FOME OU INICIAR O ANO DE 2016 NA MISÉRIA. A sorte e a luta estão lançadas. A CATEGORIA NÃO TERÁ MAIS O QUE PERDER, CASO NÃO RECEBA SEU SALÁRIO. Basta o prefeito cumprir o proposto e nenhuma medida radical será efetivada. E FICA PROVADO: SÓ É DIGNO DO DIREITO QUEM LUTA POR ELE!


Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails