domingo, 30 de junho de 2019

LANÇADO DOCUMENTÁRIOS SOBRE A HISTÓRIA DOS CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO DAS SECAS DO CEARÁ NO INSTITUTO HISTÓRICO DO CEARÁ - HOUVE VISITA GUIADA AO ACERVO DO INSTITUTO E DEBATE DE ALTO NÍVEL ENTRE O PÚBLICO PRESENTE E O DOCUMENTARISTA VALDECY ALVES

Público que participou do debate no final
Fotos: Mara Paula - Wandara e Orion 

O EVENTO FOI UM SUCESSO - COM PÚBLICO DE ALTO NÍVEL - NA SEDE DO INSTITUTO HISTÓRICO DO CEARÁ - AO LADO DA PRAÇA DO CARMO:  O primeiro documentário exibido abordou o Campo de Concentração de Quixeramobim e de Ipu na Seca de 32. Em seguida, o segundo documentário tratou da Caminhada da Seca, evento anual realizado na cidade de Senador Pompeu, Ceará, todo segundo domingo de novembro de cada ano. Em 2019 serão 37 Caminhadas da Seca. Quando, não menos que 5.000 pessoas caminham cerca de 03 km, da Igreja Matriz de Senador Pompeu até o Cemitério da Barragem, no Sítio Histórico do Campo de Concentração do Patu. Em memória das vítimas do Campo de Concentração, onde proporcionalmente morreu mais concentrados. O único Campo de Concentração de todas as secas, que se encontra preservado. O terceiro documentário foi sobre os 03 grandes campos de concentração do Patu, Buriti e Cariús. Trabalho autônomo e autoral. Por fim um debate que abordou os mais variados temas, a partir dos documentários exibidos.

Debatendo com o público





Mara Paula
Coordenando o evento
DEBATE SOBRE OS MAIS VARIADOS TEMAS: No final houve debate com o público presente, que abordou os mais variados temas: Messianismo, injustiça social, colonização do Ceará, a Guerra dos Bárbaros, democracia, Canudos, Caldeirão, mínimo existencial,  preservação da memória, proteção ao patrimônio cultural material e imaterial. Procurando compreender o presente do Ceará e do Brasil através da memória e concluindo que só será possível a construção de uma verdadeira nação brasileira, que garanta o mínimo existencial e a dignidade humana, a partir da compreensão e da aprendizagem com os erros do passado.  Mas o Brasil não teme aprendido com sua própria história. 

Visita guiada com o público
Ao acervo do Instituto Histórico do Ceará


VEJA ABAIXO MAIS FOTOS DO EVENTO 
MOMENTOS DO DEBATE



No debate

Edna Martiniano - Fortalecimento da democracia direta e movimentos sociais

O Thiago trouxe o debate para ao campo do messianismo

Ricarlos abordou a questão da eugenia e discriminação de nordestinos

Lara tratou da relação do Campo de Concentração de Quixeramobim e Açude do Choró

Fabrício Paiva - abordou a preservação da memória e tombamento





Dr. Mardônio falou sobre a situação de intolerância e discriminação nos dias atuais

ABAIXO OS 03 DOCUMENTÁRIOS  LANÇADOS E REALIZADOS DE FORMA INDEPENDENTE E AUTORAL 
CLIQUE NA IMAGEM E ASSISTA:






Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails