WIKINEOLITUS - MUSEU VIRTUAL DA CULTURA PRÉ-HISTÓRICA DO BRASIL - MEGALITOS

Megalito no Sítio Pedras Grandes - Senador Pompeu - Ceará - Brasil
Dólmen ou Pedra Montada - A tampa tem vários formatos dependendo do ângulo de observação - Túmulo coletivo
Situado na Bacia Hidrográfica co Rio Banabuiú - Sertão Central
(Foto: Valdecy Alces - Se copiar citar a fonte)


DA PÁGINA E DOS SEUS OBJETIVOS


Passou da época em que o conhecimento era produzido por alguns e para alguns, atualmente o conhecimento mais eficaz é aquele fruto do compartilhamento: TODOS PRODUZEM, TODOS PODEM ACESSAR, TODOS SÃO CONSUMIDORES, porque todos estão em todos os lugares ao mesmo tempo, podendo conduzir tudo que sabe para o oceano chamado internet. Este oceano se chama WIKINEOLITUS.

ESTA PÁGINA É UM OCEANO QUE PRETENDE RECEBER FOTOS E VÍDEOS DE TODO O BRASIL, MOSTRANDO PEDRAS DÓLMENS OU PEDRAS MONTADAS, MENIRES, CONSTRUÇÕES EM PEDRA COM OU SEM INSCRIÇÕES E FILMAGENS - QUE DEVEM SER ENVIADAS PARA MEU E-MAIL: valdecyc_alves@yahoo.com.br. Caso publiquem em alguma página específica comunicar-me para que possa compartilhar nesta página, que pertence a todos que compartilharem. Será uma espécie de catálogo virtual da era neolítica do Brasil, construída de forma alternativa e por compartilhamento. Dividida por regiões do Brasil - começando por mostrar fotos e vídeos do mundo inteiro - dos países dos 05 continentes - para que possam ser comparados com os megalitos brasileiros. Todos os autores das fotos serão citados e devem identificar-se para segurança e credibilidade da presente página.


CAPÍTULO I
DÓLMENS E PEDRAS MONTADAS NO MUNDO 


FOTOS 
Mapas da Dispersão do Ser Humano no Mundo

 Assim a América Foi Povoada

 Assim a América Foi Povoada


Assim a América Foi Povoada

                      DOCUMENTÁRIOS

1) Sobre Dolmens nos países do mundo - olhem a semelhança: 




2) Valdecy Alves comentando dolmens no Brasil:





Á F R I C A


                                                                                  Pedra Montada - Tunísia 



                                                                                         Círculo de Pedras - Gâmbia


E U R O P A


Pedra Montada - Espanha

  Pedra Montada - Irlanda



 
                                                                                           Pedra Montada - Portugal


                                                                                    Pedra Montada - Rússia


Á S I A

Pedra Montada - Coréia

Pedra Montada - Índia 


O C E A N I A


                                                                              Pedra Montada -  Nova Zelândia 



A M É R I C A




 Pedra Montada - Argentina

Pedra Montada - Estados Unidos


Pedra Esférica - Costa Rica

CAPÍTULO II 
DÓLMENS E PEDRAS MONTADAS NO BRASIL 


REGIÃO NORTE

Pedra Montada - Pará


DOCUMENTÁRIOS  


1) Dólmens e Calendários de Pedras em Calçoene - Amapá - Brasil




REGIÃO NORDESTE

  FOTOS

 Pedra Amontada - Cansanção - Bahia

 Pedra Amontada - Tauá  - Ceará

 Pedra Amontada - Paraíba




 Pedra Amontada - Rio Grande do Norte


  DOCUMENTÁRIOS  

1) Dólmen em Senador Pompeu - Ceará - Nordeste - Brasil



1) Dólmens, megalitos e formações naturais em Cabacerias - Paraíba - Nordeste - Brasil



REGIÃO CENTRO-OESTE


Pedra Amontada - Anicuns - Goiás
Pedra Montada - Mato Grosso

REGIÃO SUDESTE

 Pedra Amontada - Santa Catarina


REGIÃO SUL

 Pedra Amontada - Rio Grande do Sul


DOCUMENTÁRIOS  


1) Dólmens e Calendários de Pedras em Florianópolis - Santa Catarina - Brasil

NEOLÍTICO - PETROGLIFOS NA PEDRA DO INGÁ - SERTÃO DA PARAÍBA


PEDRA DO INGÁ NO SERTÃO DO NORDESTE - BELEZA - MISTÉRIOS - DÚVIDAS E MUITAS CERTEZAS QUE FAZEM DELA UM TESOURO ARQUEOLÓGICO BRASILEIRO E UNIVERSAL A SER PRESERVADO - VISITADO E DECIFRADO!


Visão geral da Pedra do Ingá - as mensagens na pedra num painel de quase 200 metros quadrados
(Fotos: Valdecy Alves/Mara Paula - quem copiar citar a fonte)
A CHEGADA: Na manhã de 02/11/2012, após percorrer cerca de 700 km, desde Fortaleza, chegava à cidade  de Ingá (PB), dona de rico tesouro arqueológico. Após parar para pedir informações a um senhor, numa pequena bodega numa esquina, rapidamente cheguei, 05 km depois, à famosa Pedra do Ingá. Sendo recebido por um servidor público humilde, chamado Júnior, que é vigia no local, guardião da pedra, guia turístico de fato e seu protetor. Não imaginava que encontraria uma obra de arte e um verdadeiro livro de pedra tão fantástico e misterioso.


A Pedra do Ingá fica no meio do Rio Bacamarte - Seco atualmente - Necessário desviar o rio para preservá-la



Valdecy Alves sobre a Pedra do Ingá - para que você tenha noção do tamanho do painel pré-histórico

COMO CHEGAR À PEDRA DO INGÁ: para quem vem de Fortaleza, deve passar por Mossoró, ao chagar ao município de Açu, ir para Jucurutu, de lá para Caicó, de onde chegará à Santa Luzia já na Paraíba, seguir rumo a Campina Grande, onde deve-se hospedar, pois Ingá não dispõe nem de pousada, nem de restaurantes. De Campina Grande para Ingá são 35 km, no sentido João Pessoa, após 35 km de Campina, dobra-se à direita, a cidade fica a cerca de 04 km da rodovia Federal, BR 230,  a pedra a cerca de 05 km da sede da cidade, porém tudo asfaltado. Estaciona-se a 100 metros da Pedra, com certeza quando você parar, o guardião da Pedra, o Júnior, servidor público municipal, já chegará para falar com você. Divulgo aqui o telefone do Júnior ( 0xx 83 9175 1755  ) que poderá orientar turistas e dar segurança, o que me foi muito útil, já que imaginava que permaneceria no local sozinho. Como não conhecia a cidade temia ser vítima de alguma violência. Mas foi muito tranquilo e seguro.

No chão do lajedo - ao lado da Pedra do Ingá - Espelhos de rochas refletem o céu como desenho

As três marias - conhecida como constelação de Órion

Segundo estudiosos uma letra de antigo alfabeto

Outra letra

Pássaros e espiga de milho

Um gambá e também uma letra segundo alguns

Detalhe maior da maravilhosa Pedra do Ingá
 DO QUE SEJA A PEDRA DO INGÁ: A Pedra do Ingá é um rochedo enorme, no meio do Rio Bacamarte, medindo cerca de 46 metros de comprimento, por 3,5 metros de altura em média, formando um painel de quase 200 metros quadrados, repleto de inscrições rupestres, desenhos e registros... com mais de 8.000 anos levando em conta os 2.000 anos já passados desde o nascimento de Cristo, segundo todos os estudiosos. Há desenhos de frutas, animais, seres humanos, símbolos misteriosos e desenhos de estrelas, do sol, de galáxias, além de um calendário solar e lunar composto por vários pequenos círculos, obra de um antigo Michelangelo do sertão pré-histórico. No painel de granito há uma verdadeira explosão de informações muito bem conservadas, desde a pré-história, da Era do neolítico, da Idade da Pedra Polida, quando o ser humano abandonou a segurança das cavernas, indo habitar nos campos abertos, já inventando a agricultura e a domesticação de animais, o que representou uma revolução na vida humana.

Um pássaro para alguns - um ideograma para outros

Um lagarto rodeado de possíveis letras de um alfabeto a ser decifrado

O sol - à esquerda uma linha quase apagada que pode ser vista à direita - nascente e poente
Segundo estudiosos assinalava o movimento do sol na época do equinócio - tempo de plantar




Mais uma vez  o sol e a linha nascente poente - época de equinócio

Os pontos segundo os arqueólogos representam dias do ano


Enorme mandacaru para alguns - um ideograma para outros
 CERTEZAS DA PEDRA DO INGÁ:  O povo que ilustrou a pedra  tinha uma fina cultura, bem demonstrada pela qualidade dos desenhos habilmente moldados na rocha crua;  era um povo que tinha forte relação com agricultura e uma relação mística com a fauna local; conhecia muito de astronomia, pois demonstra conhecer bem as estrelas, o movimento do sol, pelo mapeamento do céu, do calendário e dos pontos cardeais. CRIANDO UMA DOS MAIS BELOS E ARTÍSTICOS PAINEIS EM PEDRA DA PRÉ-HISTÓRIA DO MUNDO. Por isso atrai olhares do mundo inteiro.
Segundo estudiosos os círculos representam a lua - calendário lunar

Mais um símbolo do misterioso alfabeto



Painel riquíssimo e artístico - um e mail de 8.000 anos para nós nas rochas

Painel riquíssimo e artístico - um e mail de 8.000 anos para nós nas rochas

Em destaque um enorme lagarto

No centro:mulher - homem - lagarto - no alto pontos representando dias do ano - outros são letras e símbolos
 MISTÉRIOS DA PEDRA DO INGÁ: quem foi o povo que desenhou? Por que o fez? São desenhos ou realmente é uma escrita? Serão os dois?  Que técnica usaram para moldar os desenhos e inscrições em baixo relevo perfeito, que segundo entendidos só é possível no dia atual usando raios laser, já que foram moldados, não foram esculpidos com instrumentos pontiagudos batidos. QUE TÉCNICA OU QUE PRODUTOS QUÍMICOS UTILIZARAM PARA AMOLECER AS PEDRAS? JÁ QUE PEDRA PARA SER MOLDADA TEM QUE SER AMOLECIDA Há influência dos fenícios ou egípcios? Os símbolos da possível escrita coincidem com algumas letras do Povo da Ilha de Páscoa como já demonstrado? Os caldeirões na rocha foram cavados pelo povo pré-histórico para reter água e criar peixes ou foram feitos pela própria natureza? Há quem diga que foram extraterrestres os criadores de tudo, tese que realmente entendo não ter o menor sentido.

Um sol belíssimo

Talvez os olhos de uma coruja


Um painel da pré-história com 8.000 anos
 DA PRESERVAÇÃO E VISITAS Á PEDRA DO INGÁ: o local é muito visitado. Por turistas e estudiosos do Brasil e do mundo inteiro. Maravilha pela beleza, pelo estado de conservação, ao tempo, que paradoxalmente é vítima do descaso das autoridades públicas. Tombada como patrimônio histórico nacional, não recebe atenção do IPHAN, nem do Estado e muito pouco do Município. Segundo informação de turistas locais com quem conversei, O Governo Federal diz que é dever do Governo do Estado da Paraíba cuidar da pedra; o Governo do Estado da Paraíba diz que é dever da prefeitura de Ingá; a prefeitura de Ingá diz que é dever do Governo do Estado e do Governo Federal.  SANTA IGNORÂNCIA! INACEITÁVEL IRRESPONSABILIDADE!  Ficam jogando para o outro o dever de cuidar do monumento, daquela Sistina moldada em pedra de forma inacreditável. Por outro lado chama atenção como os escritos são temas do artesanato local, dos poetas e dos artistas plásticos. O que demonstra que a comunidade realmente ama e adotou a pedra. Lamentável que na época das cheias do rio, as águas cubram a pedra, erodindo os desenhos. Já que a Pedra está no meio do rio, que deveria ser desviado apenas alguns metros, já que não é assim tão lago.

Valdecy Alves ao lado da Pedra do Ingá - Para dar ideia da escala

Valdecy Alves ao lado da Pedra do Ingá - Para dar ideia da escala

Valdecy Alves ao lado da Pedra do Ingá - Para dar ideia da escala

Valdecy Alves ao lado da Pedra do Ingá - Para dar ideia da escala

Valdecy Alves ao lado da Pedra do Ingá - Para dar ideia da escala

Valdecy Alves ao lado da Pedra do Ingá - Para dar ideia da escala

Valdecy Alves ao lado da Pedra do Ingá - Para dar ideia da escala

Em primeiro plano pode ser a Via-láctea ou  registro da explosão de uma super-nova
  OS REGISTROS ASTRONÔMICOS NA PEDRA DO INGÁ:  Não bastassem os desenhos e as inscrições com misteriosos símbolos, na mensagem petroglífica, há uma tábua astronômica. Muita matéria para estudo da arqueastronomia. Os artistas que fizeram os desenhos transformaram as pedras em espelho para o céu. ESPELHOS DE PEDRA PERFEITOS. MAGIA E MILAGRE DA IMAGINAÇÃO HUMANA. Lá você pode pisar e caminhar entre as estrelas, sendo claras, dentre tantas, as Três Marias, nome que os nordestinos dão as 03 estrelas que estão no cinturão da Constelação de Órion. Sem falar em misteriosas espirais, que podem ser registros de explosão de supernovas e um calendário,  onde os dias são representados por centenas de pequenos pontos, os meses por pontos maiores e desenhos do sol com a linha do seu movimento no céu, assinalando o nascente e o poente, exatamente no momentos dos equinócios, período para plantação. Segundo especialistas há também um calendário lunar e desenhos feitos que só podem ser vistos com a luz do luar. UMA MARAVILHA! UM TESOURO QUE NÃO ESTÁ RECEBENDO A DEVIDA ATENÇÃO.
Os dias simbolizados pelos pequenos pontos moldados da pedra

Mara Paula  ao lado da Pedra do Ingá - Para dar ideia da escala

Uma imagem da pedra no meio do leito do rio Bacamarte - no inverno a pedra é submersa

Caldeirões escavados nas rochas atrás da Pedra do ingá
Uns dizem que são obras d natureza - outros que é obra do povo antigo para armazenar água e peixes
Há quem diga que se trata de criação de alienígenas

 Informações científicas sobre a Pedra do Ingá podem ser obtidas via internet, nos seguintes links:


Loja de artesanato ao lado da entrada da Pedra do Ingá
 Quando me dirigia à Pedra do Ingá estava apenas curioso e esperava encontrar algo interessante. Não imaginava que ficaria tão maravilhado, tão espantado e tão feliz com a obra desses primeiros brasileiros, que já desenham e estudavam o céu da América milhares de anos antes de Colombo e de Cabral. Os brasileiros devem-se orgulhar do seu rico tesouro arqueológico.  União, Estado e município, não só no caso de ingá, mas tudo que envolva tesouros da cultura brasileira, unirem-se pela sua preservação, cobrar taxas de visitação para que sejam auto sustentáveis, para que as futuras gerações tenham o mesmo acesso que as gerações atuais ainda têm a tão espetaculares obras da pré-história, quando através da arte e do conhecimento  uma geração de mais de 6.000 anos antes de Cristo conseguiram enviar sua rica e maravilhosa mensagem até nós, na era do computador, o que mostra a força e o poder daquela antiga cultura, cujos mistérios devem ser decifrados. Parabéns Nordeste, parabéns Paraíba, parabéns Brasil pela maravilha arqueológica que é  Pedra do Ingá!

Na entrada para Pedra do Ingá - ao lado do Júnior - Vigia municipal
É o guardião - o guia turístico de fato - quem protege a Pedra e cuida do pequeno museu o faz tudo




NEOLÍTICO - ARTE RUPESTRE 
NA GRUTA DA CARIDADE 
SERTÃO DO RIO GRANDE DO NORTE


ARTE RUPESTRE - CAVERNA MÍTICA E CANGAÇO NA SERTÃO DO RIO GRANDE DO NORTE - GRUTA DA CARIDADE EM CAICÓ - UMA EXPEDIÇÃO MARAVILHOSA!

Ao lado de desenho pré-histórico - Itaquatiara - Gruta da Caridade - Caicó - RN - Dezembro/2012
(Fotos de Valdecy Alves/Mara Paula - Quem copiar favor citar a fonte)

COMEÇA A EXPEDIÇÃO - PARTE I

Contratado para um palestrar num seminário do SINTE/Caicó, em 07/12/2012, para professores, aproveitei a oportunidade e fui um dia antes, para visitar uma gruta numa das localidades do mapa do Brasil onde há grande quantidade de arte rupestre: A GRUTA DA CARIDADE, NA SERRA DA CRUZ, CAICÓ, ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE,   ONDE ALÉM DA ARTE DA PRÉ-HISTÓRIA FOI ESCONDERIJO DOS CANGACEIROS LIDERADOS POR ANTONIO SILVINO, CUJA VALENTIA FAZIA COM QUE SOZINHO, SEGUNDO LUIZ GONZAGA, ENFRENTASSE UM BATALHÃO - O ROBIN HOOD NORDESTINO.  ÍDOLO QUE INSPIROU LAMPIÃO.

Na região há painéis desenhados com até cerca de 12.000 anos de existência. Tesouro maravilhoso da pré-história, no sertão da mágica caatinga, onde nenhum animal silvestre, do simples calango a um besouro, do capim ao grande angico, morre por causa da seca, que para eles é um fenômeno natural com o qual convivem naturalmente há milhões de anos. Só para o homem é que a seca continua sendo  novidade, servindo como desculpa para justificar a incompetência política e de ferramenta para se reinventar a política da seca, isto é, governantes obterem mais recursos para roubar mais ainda, enquanto a miséria continua a mesma. Mas vamos ao que interessa que é a nossa pequena expedição nos confins do sertão mítico onde o neolítico e as pinturas dos primeiros habitantes da América se misturam com o cangaço.

Na Fronteira do CE com o RN -  KM  0 - Começa a Aventura
(Fotos de Valdecy Alves/Mara Paula - Quem copiar favor citar a fonte)


Sertão Mágico - Sertão Mítico - Tesouro da Pré-história  - Serra de Triunfo do Potiguar - A Caminho de Caicó/RN

O Sertão em toda sua glória

Não é a seca que mata - é a incompetência política - Sertão de Paraú


CHEGADA A CAICÓ E À GRUTA DA CARIDADE NA SERRA DA CRUZ - PARTE II

COMO CHEGAR A CAICÓ E DE LÁ À GRUTA DA CARIDADE: Saindo de Fortaleza deve-se ir direto para Mossoró, o que é possível via BR 116, entrando logo à esquerda em Boqueirão do Cesário, cerca de 120 km de Fortaleza, de lá indo para Aracati. Mais rápido, pode-se viajar com mais velocidade, sobretudo se sair cedo, por volta das 05:00 h da manhã. É possível chegar a Aracati pela CE 040, que é duplicada até Beberibe. O problema é que há muita possibilidade de ser multado, pois há um fotossensor a cada 05 km. Muito tributo para pouca estrada e muita multa para poucos quilômetros. Por outro lado a paisagem é belíssima. De Aracati para Mossoró, de Mossoró para Açu, entrando a direita um pouco antes de Açu, para cidade de Paraú, depois passa por Trunfo de Potiguar, Jucurutu, de onde para Caicó são pouco mais de 50 km. Cerca de 05 horas de viagem com tranquilidade. Quando chegamos a Caicó, a temperatura era de 45º Celsius. No hotel  Varandas do Penedo, bom atendimento, boas acomodações, bom café da manhã, com estacionamento. Conseguimos um taxista contratado para nos levar à Gruta da Caridade, da Serra da Cruz. Cerca de 30 km de Caicó. Um dos locais mais inacessíveis que visitei.

Interior da Gruta da Caridade - Rio subterrâneo ao fundo - olhos vermelhos das rãs - O local é totalmente escuro
Toda luz é do flash da Câmera - O Rio está a uns 20 metros da entrada da caverna

COMO CHEGAR À GRUTA DA CARIDADE : Saindo de Caicó para cidade de Jucurutu, com o taxista Rubem, que não conhecia a rota. Cobrou R$ 100,00 pela corrida, ir, vir e ficar algum tempo por lá. Após 15 Km está o distrito de Lajinha, pega-se estrada de terra, onde se viaja cerca de 18 km. Estrada em bom estado, sem qualquer placa. Precisamos pedir informação a todo mundo na estrada, em várias casas, pois há muitas bifurcações. A paisagem é de tirar o fôlego. Caatinga bem preservada. Própria para ecoturismo. Serras belíssimas e muitas aves, até Asa Branca havia. Galos campinas, corrupiões, enormes mocós, etc. Após uma hora de viagem chegamos na terceira cancela que existe em todo o percurso, já na Serra da Cruz. Lá contratamos um sertanejo do local, tipo nordestino clássico, cabra macho, com seu cachorro leão e uma peixeira de quase meio metro no cós das calças. Lembrei-me do meu avô no sertão de Senador Pompeu (CE). Seu nome Donizete. Sem ele não chegaríamos lá.  O táxi parou onde acabou a estrada, de lá caminhamos subindo a serra por cerca de 15 minutos. Uns 500 metros de ladeira íngreme até a boca da " Casa da Pedra! como descrevia a caverna seu Donizete. Ele confirmou que os cangaceiros tinham se escondido por lá. O interessante é que o Donizete nunca vira os desenhos pré-históricos, sempre acompanhara turistas do Brasil e de todo o mundo até a entrada. Ora vinham estudar a caverna, o rio, seus animais... Tanto que ele narrou que já atravessara toda a serra por dentro da caverna, desde à infância, mas nunca tinha visto  os desenhos, que depois olhou maravilhado quando lhe mostrei na máquina fotográfica.


Já no interior da caverna conhecida como Gruta da Caridade ou Casa de Pedra - Primeiro salão

A entrada da gruta fotografada da seu interior - Cerca de 10 metros de distância - da escuridão

Na entrada da gruta - apesar de pequena a gruta é grande em altura e cumprimento

Visão do sertão da entrada da Gruta da Caridade


Nosso Guia Donizete e seu cachorro  chamado leão - Lembrou um personagem de Vidas Secas

Uma paisagem e uma subida de tirarem o fôlego

Com o nosso Guia Donizete e seu cachorro  chamado leão - Mora próximo  ao local
Lembrou um personagem de Vidas Secas
A GRUTA DA CARIDADE- MÍTICA - PINTURAS PRÉ-HISTÓRICAS - CANGAÇO PARTE III



DO QUE SEJA A GRUTA DA CARIDADE  OU CASA DA PEDRA: Trata-se de uma caverna, cavada em mármore azulado, por um rio subterrâneo que aflora no local, que jamais secou em toda a sua história, mesmo nas piores secas do Nordeste. Fica na Serra da Cruz, em Caicó, Rio Grande do Norte, Brasil.  Por isso mesmo chamado de Caridade da natureza, em fornecer água mesmo nos tempos de maior estio. De onde surgiu GRUTA DA CARIDADE, que faz do seu entorno um oásis. Na verdade, a caverna com sua beleza, mistério e água em abundância fizeram dela um templo de magia e de vida. Na região há fósseis de tatu e bicho preguiça gigante. Há cerca de 8.000 a 12.000 anos, homens pré-históricos fizeram da caverna local de ritual religioso, deixando gravados desenhos e esculturas em pedra na entrada da caverna e na sua parede lateral, à direita de quem está de frente para sua entrada.  Tratam-se de gravuras ou petroglifos. Tal tipo de arte, sempre existentes em locais onde há água, recebe o nome de Itaquatiara, que em Tupi Guarani quer dizer PEDRA DESENHADA. Tipo de expressão pré-histórica que tem a Pedra do Ingá, no sertão da Paraíba, como exemplo maior e mais belo do Brasil (http://valdecyalves.blogspot.com.br/2012/11/pedra-do-inga-no-sertao-do-nordeste.html  ).

A Gruta da Caridade serviu de esconderijo para os revolucionários da Confederação do Equador, liderados por Frei Caneca, que objetivava tornar a região de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e  Ceará uma república autônoma de Portugal. 

Bando de Antonio Silvino - Cangaceiro Robin Hood

Reportagem sobre o Bando de Antonio Silvino na Caverna


Serviu também de refúgio aos cangaceiros liderados pelo lendário Antonio Silvino, no ano de 1901, quando houve tanto tiro, que segundo relatam a pedreira pegou fogo. Cangaceiro cuja bravura inspirou Lampião a entrar no cangaço, conhecido como o que tirava dos ricos para doar aos pobres, um Robin Hood sertanejo,  que ao contrário da maioria dos governantes atuais. que criaram a política da seca que tiram dos pobres para locupletarem a si e aos demais ricos, detentores do poder político e econômico. Numa música de Luiz Gonzaga, que em 2012 tem comemorado o seu centenário, ele diz que Antonio Silvino, sozinho, enfrentava um batalhão.

Lugar muito visitado por espeleólogos, exploradores de cavernas, e biólogos, que estudam as formas de vida no interior da imensa caverna. Por isso lá, pré-história, misticismo, revolucionários, cangaceiros e formas de vida únicas, dos tempos atuais e do passado, fizeram dela palco comum. Sem dúvida um lugar fantástico, seja pela beleza natural, seja pela água, seja por registrar as mais poderosas forças da natureza, seja por ter sido fundo do mar, seja por suas formas de vida, seja por situar grandes fatos históricos, patrimônio histórico material e natural.

Escultura de homem com cabeça formada pelo sol - em rocha que fica na entrada da caverna

Uma estrela esculpida em rocha da entrada da caverna

Sol - a cabeça do homem-sol

Gravuras desenhadas na rocha que fica na lateral da caverna

A lateral  da caverna é imensa -  há muitos desenhos

Vários desenhos no alto da lateral da caverna

Nitidamente a figura de um lagarto

Ao lado de desenhos que lembram raposas

Detalhe do desenho do lagarto

Mara Paula - ao lado dos petroglifos da Casa da Pedra

Desenho pré-histórico - talvez um órgão masculino

Itaquatiara da Gruta da Caridade

Visão geral da parte lateral da caverna onde se localizam os desenhos

Na boca de uma furna - ao lado de desenhos

Outra visão da lateral da Casa da Pedra - É gigantesca

Outro recorte da lateral da caverna com os desenhos míticos do sertanejo pré-histórico

Outro recorte da lateral da caverna com os desenhos míticos do sertanejo pré-histórico

Ao lado dos  desenhos míticos do sertanejo pré-histórico
Vândalos estiveram no local pichando

Por tudo que é, por todo o significado que lhe foi dado, por ter sido palco da história atual e dos tempos pré-históricos, por ser uma obra de milhões de anos de um importante rio subterrâneo, pelas formas de vida autóctones que abriga, pela beleza, pelo mistério...a Gruta da Caridade ou Casa da Pedra, sem dúvida, merece ser visitada e preservada e é patrimônio do qual deve-se orgulhar o povo de Caicó, o povo do Brasil, todos os  americanos. Sertão mágico, sertão luz, sertão templo, sertão atual, sertão de veredas, sertão de Gaciliano, Raquel e Patatiiva,  sertão de Luiz Gonzaga, Lampião, do repentista e do cordelista... Sertão onde o ontem, o hoje e o amanhã tecem a mesma trama de renda maravilhosa com os  bilros dos anos de nossa história de milhões e milhões de anos!


STONEHENGE - UMA VISITA INESQUECÍVEL UM CONTATO DIRETO COM A HISTORIA



STONEHENGE - INGLATERRA - UM TESOURO QUE NOS REMETE EM SEGUNDOS A UMA VIAGEM DE MILHARES DE ANOS - DA ERA DO SMARTFONE PARA A IDADE DA PEDRA ONDE TRABALHAR AS ROCHAS ERA A MAIS AVANÇADA TECNOLOGIA! UMA VISITA QUE VALE A PENA!

Pega-se o trem na Estação de Waterloo - a 200 metros da London Eye - para Salisbury - a cerca de 100km
(Fotos Mara Paula/Valdecy Alves - se copiar - favor citar a fonte)

COMO CHEGAR A STONEHENGE:   O trem que peguei saiu da estação de Waterloo,  a uns 200 metros da London Eye, em Londres, Inglaterra. Cerca de uma hora e meia depois, horário que o trem está relativamente vazio, cheguei à cidade de Salisbury, onde comprei de um senhor muito bem educado a passagem para Stonehenge. Só ele vende passagem no local. Basta sair da estação, uma vez fora verá o ônibus à sua esquerda e ele vendendo passagens. Muito simpático. Após cerca de 30 minutos de viagem, num ônibus muito confortável, chega-se à bela planície, em que foi erguido o megálito. Duas horas são suficientes para visita. Voltando para estação antes das 14:00 h, há um trem que parte por volta às  14:30, rapidamente se chegará a Londres, embora o trem esteja lotado e você corra o risco de viajar sentado no piso do trem ou mesmo em pé. MAS VALE A PENA. GARANTO!




Visão da cidade de Salisbury - Inglaterra


Entrando no Sítio Pré-histórico de Stonehenge

Primeira visão maravilhosa dos megálitos construídos a  mais de 3.500 anos antes de Cristo

DO QUE SEJA STONEHENGE: Um lugar ímpar no mundo, que mostra o poder da inteligência humana, mesmo no final da Idade da Pedra Polida. Stonehenge quer dizer pedras sobre eixo. Tem quase 4.000 anos de existência. Sem dúvida que uma das suas funções era ser um calendário astronômico, que assinala o solstício de verão no hemisfério norte, em junho de cada ano, e também como lugar de rituais religiosos, possivelmente onde ocorriam também sacrifícios humanos. POrém pairam inúmeras indagações sem respostas. Tem forma circular, composto por pedras que medem até 5 metros de altura, pesando cada uma mais de 50.000 kg. As que foram trazidas de mais perto foram transportadas por uma distância de cerca de 50 km, por terra,  por um povo que não conhecia a roda, as que vieram de mais distantes, foram trazidas de barco, ao longo de uma viagem de mais de 400 km, começando pelo mar e seguindo pelos rios. Localiza-se na cidade de Salisbury.  Numa maravilhosa planície muito verde, cheia de milhares de ovelhas pastando, que de tão cheias de pelo, aprecem de pelúcia. No mês de abril soprava um vento muito frio, o clima varia radicalmente. Até choveu granizo. No local há um aloja de artesanato com muitas lembranças de qualidade, embora caras. Até certo ponto falta estrutura, quando se observa a quantidade de turistas e a importância do monumento.


Uma maravilha que encanta e fala ao sentimento - quase 6.000 anos de mistério

Cada uma das pedras de pé medem cerca de 5 metros e pesam 50.000 kg

Valdecy Alves em Stonehenge - Abril de 2012
IMPRESSÕES SOBRE STONEHENGE:  Ao longo de toda minha adolescência li sobre lugares misteriosos, dentre eles sobre Stonehenge. na primeira fase aderi aos que acreditavam se tratar de obra dos alienígenas, que vieram de outras planetas e tinham erguido obra tão monumental e bela. Depois foi a vez de acreditar em civilizações perdidas, Druidas, Rei Artur, etc. Para finalmente, depois de ler muito sobre os egípcios, povos da América, Incas Astecas e Maias, passar a acreditar que era obra humana, de um povo muito avançado e com profundo conhecimento de astronomia. QUEM FEZ? EXATAMENTE PARA QUAL FINALIDADE? QUANDO EXATAMENTE... tudo faz parte do mistério, pois o que existe são poucas explicações para muitas dúvidas. O monumento atrai turistas do mundo inteiro, sobretudo no mês de junho, com o solstício de verão, pessoas de todos os credos e religiões. Uma experiência riquíssima do ponto de vista cultural, fabulosa  a partir de uma visão histórica, uma aventura para quem ama a humanidade, acredita em seu futuro e conhece muito de sua história.

ABAIXO, MAIS FOTOS DO FANTÁSTICO MEGÁLITO, UMA CATEDRAL DA PRÉ-HISTÓRIA:


A melhor visão do conjunto e´quando se percorreu mais da metade do círculo de cordas que o protege

A paisagem é de tirar o fôlego - o monumento causa forte impacto - desperta toda imaginação

Já completando uma volta em torno do monumento para pegar o caminho de volta - após cerca de hora e meia 



Montagem em computador para demonstrar para o turistas como era Stonehenge inicialmente

3 comentários:

Ricardo Balestié disse...

Boa Tarde Valdecy, achei muito boas suas postagens sobre os Dolmens. Eu fiquei muito interessado numa matéria sobre o Dolmen de Senador Pompeu. Uma coisa que chamou minha atenção é a Serra do Encantado. Você disse que ali tem petróglifos. Você tem imagens dos petróglifos desse lugar? Muito obrigado.

Ricardo Balestié disse...

Boa Tarde Valdecy, achei muito boas suas postagens sobre os Dolmens. Eu fiquei muito interessado numa materia sobre o Dolmen de Senador Pompeu. Uma coisa que chamou minha atenção é a Serra do Encantado. Você disse que ali tem petróglifos. Você tem imagens dos petróglifos desse lugar? Muito obrigado,

Valdecy Alves disse...

Tem inúmeros desenhos de arte rupestre. Vou procurar nos meus arquivos. Já os petróglifos estão noutra região também no Município de Quixeramobim como também em Varjota e Monsenhor Tabosa. Estes em baixo relevo. Felicidades, Ricardo.

Related Posts with Thumbnails