domingo, 27 de maio de 2012

SER POETA É SER VOZ E FERRAMENTA DA LIBERDADE - É PROJETAR O FUTURO - CADA POEMA VERDADEIRO UM MÍSSIL CONTRA O ENGODO - CONTRA O COMODISMO E CONTRA A OPRESSÃO!

Estátua de Giordano Bruno -  Roma - Morreu defendendo suas ideias e a LIBERDADE DE EXPRESSÃO
Foi queimado vivo - Disseram para ele:  - RENEGUE O QUE ESCREVEU!
Ele Disse: - Tendes mais medo de me queimares que eu de cumprir minha sentença!


Liberdade
                                       A Giordano Bruno
                                                    De: Valdecy Alves

Um calor insuportável
Naquela noite de verão
Atmosfera pesada...
O mundo estava com febre...
Bastou abrir a outra janela
E o vento inundou a sala
Levando a quentura
Massageando de forma confortável
Nossas peles... dando vida a tudo
A redes, papéis, roupas...
Tudo que pudesse fazer movimento pendular...

Mas o que ficou como inesquecível
Foi a mensagem que o vento segredou aos meus ouvidos:
- Só venho se puder ir! Só entro onde posso sair!
Liberdade! Liberdade!
O vento é como os poetas, livres pensadores...
Jamais construirá ou estará onde não estiver a liberdade!

Um comentário:

NivaldaGadelha disse...

Lindo... poeta nato de uma verdade estampada na face onde mostra seu grande estilo de homem sábio.
- Só venho se puder ir! Só entro onde posso sair!
Liberdade! Liberdade!
O vento é como os poetas, livres pensadores...
Jamais construirá ou estará onde não estiver a liberdade! "Poema lindo demais!!! Parabéns!"

Related Posts with Thumbnails