Acompanhe as novidades do meu Blog - Siga-me no Twitter e Facebook

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Senador Pompeu – Ceará - 112 Anos de História. O que eras – o que és – o que serás ? Raio “ X ”


Foto da Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, vol. XVI, IBGE, 1959
http://www.estacoesferroviarias.com.br

Como filho de Senador Pompeu, o presente artigo é uma c0laboração para que cada cidadão e cidadã reflita sobre o destino da nossa terra natal, decadente economica, política e socialmente desde o fim do ciclo do algodão. Também um recado para que atuais e futuros governantes resgatem o Município da queda vertiginosa. Até o presente tem faltado boa vontade e competência. O QUE NÃO MAIS SE CONCEBE DORAVANTE. A política não pode resumir-se a uma luta para chegar ao poder e nele permanecer. Tem que ser ferramenta para a cidadania e para um futuro melhor, tanto para cada habitante, quanto para toda coletividade. ACORDEM, POLÍTICOS ! COBREM, ELEITORES ! AVANTE, SENADOR POMPEU !


Dados Fixos sobre o Município de Senador Pompeu: Em 03 de setembro de 2008, o Município de Senador Pompeu, minha terra natal, completa 112 anos de fundação. Momento de alegria para alguns, de tristeza, de reflexão para outros. Assim como o indivíduo não tem como ir adiante desprezando as experiências do passado, sem agir no presente, sem ter metas a cumprir no futuro, o mesmo deve-se dizer de uma comunidade, de uma cidade inteira, de forma coletiva. Eis os dados e pensemos juntos.

O Município de Senador Pompeu foi criado através da Lei nº 332, de 03/09/1896; Seu antigo nome era Humaitá; Por estrada distante de Fortaleza 275 km; O filho da terra chama-se senadorense ou pompeuense; Sua área totaliza 1043 km2; Clima quente semi-árido; tem como vegetação predominante a Caatinga; A média anual das chuvas chega a 730 mm; A sede fica a 177 metros do nível do mar; Tem quatro distritos: Engenheiro José Lopes, criado em 1951, São Joaquim do Salgado, criado em 1951, Codiá, criado em 1987 e Bonfim, criado em 1987; O Campo de viação tem 1.000 metros do comprimento, de piçarra; Tem como padroeira Nossa Senhora das Dores; Sendo que a paróquia foi criada em 1919; Banhada pelo Rio Banabuiú.

Dados Variáveis sobre o Município de Senador Pompeu - Ano de 2008: O Município de Senador Pompeu, dados de 2008, tem cerca de 7.000 domicílios; 95% da população tem acesso à energia elétrica; Até o final do ano de 2007 tinha 1.910 linhas telefônicas; Em 2007 o INSS pagou aos aposentados cerca de R$ 31.624.000,00; O Bolsa Família pagou em 2007 R$ 3.440.000,00; O orçamento aprovado pela Câmara municipal em 2007 para o ano de 2008 foi de R$ 19.104.000,00; Cerca de 82% da população tem acesso à água tratada; Ocupando em 2.000 o 119º lugar, entre os 184 Municípios do Ceará, no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Daí pode-se ver que os candidatos a prefeito têm alguns desafios que não podem ser esquecidos em seus programas de governo: 5% da população ainda não tem acesso á energia elétrica; 2/3 dos domicílios não têm telefone; Atrair empresas e empregos para evitar que o Município dependa tanto dos aposentados e do bolsa família; permitir que 18% da população tenha acesso à água encanada; melhorar o serviço público da saúde e da educação para que possa crescer nos índices do IDH, pois em 2005 era o 65º PIB, isto, é 65º município mais rico, mas o 119º no IDH. Mostrando descompasso entre a riqueza e a qualidade de vida. Grande ainda a quantidade de analfabetos e a exclusão digital.

Dados Comparativos: Em 1960 Senador Pompeu tinha população de 21.954 habitantes, 10 anos depois, em 1970, passou a ter 24.707 habitantes, em 1980 chegou a ter 26.903 habitantes, em 1991 a população caiu para 26.600 habitantes e em 2008 a população mais uma vez caiu para 25.950 habitantes.

Concluiu-se que desde 1980 que a população está em decréscimo. Que os filhos de Senador Pompeu estão indo embora da terra e não voltam. Exportar mão-de-obra é sinal que falta emprego e renda. A SOLUÇÃO DO PROBLEMA precisa estar no programa de governo dos dois candidatos.

Em 1998 o Produto Interno Bruto de Senador Pompeu, ou seja, toda a riqueza produzida totalizou 33 milhões de reais. Dez anos depois, em 2008, o PIB chegou a 76 milhões de reais. A renda per capita subiu de R$ 1.349,00 para R$ 2.779,00. 14% da riqueza vem da Agropecuária, 13% da indústria e 73% da prestação de serviços.

Necessário atrair mais indústrias para geração de riqueza, de emprego de renda, fundamentais para dignidade humana. Os eleitores do Município que em 1996 eram 19.183, em 2000 16.175 e atualmente mais de 19.000, precisam prestar atenção nas propostas dos candidatos a prefeito. Os vereadores precisam fiscalizar melhor a aplicação do dinheiro público, pois as verbas repassadas pelo governo federal têm aumentado, mas necessário aumentar a qualidade do serviço público. A mortalidade infantil tem caído; A taxa de escolaridade do ensino infantil ao 9º ano chega a 89 %, isto é, 11% das crianças e adolescentes ainda continuam fora da escola; Já a taxa de escolaridade no segundo grau é de apenas 49%. O que demonstra que quase metade dos alunos que terminam o 1º grau, não cursam o segundo grau; Importante salientar que o nível dos alunos do ensino fundamental não tem melhorado, está abaixo da média nacional no IDEB. NECESSÁRIO QUE OS CANDIDATOS APLIQUEM DE FORMA RESPONSÁVEL OS REPASSES DO FUNDEB, verba da educação, sobretudo valorizando os profissionais da educação, investindo na formação do professor, propiciando condições adequadas para o trabalho, atraindo a família e a sociedade para participar do processo educativo. Criando, inclusive política esportiva para os alunos.

Alguns Fatos Históricos: Criação do Município em 1896; Criação da Comarca em 1899; Em 02 de julho de 1900 a ferrovia chegou ao Município; Criação da paróquia em 1919, começo da construção do Açude do Patu e Vila dos Ingleses; Nos anos 20 a guerra entre os coronéis da família Magalhães; 1932 a grande seca; Nos anos 60, o trabalho pastoral do padre João Salmito, antes da ditadura; 1974 ano de grandes cheias do Rio Banabuiú; A chegada do Padre Albino em 1980, aplicando a Teologia da Libertação na pastoral; Em 03 de dezembro de 1981 criada a primeira rádio do Município, Rádio Sertão Central AM; 1987 conclusão do Açude do Patu; anos 90 a luta popular pelo tombamento do patrimônio histórico da Barragem do Patu, inclusive com o protocolo do primeiro projeto popular junto à Câmara Municipal, realização de filmes e movimentos populares. A partir do ano de 2000 devemos escrever este novo capítulo.

Cultura e Turismo: O município é rico em manifestações culturais, áudio-visual, teatro, dança, artes plásticas, literatura folclore, artesanato, culinária... Com forte apelo turístico histórico e religioso: Sítio Histórico da Barragem do Patu, Estação Ferroviária, Ponte Ferroviária importada da Inglaterra, Festa de Nossa Senhora das Dores, Festival de Quadrilhas, Festival de Teatro, Caminhada da Seca, Mirante que é o alto da Serra do Patu, etc. Apesar de ter havido avanço na política cultural, MUITO AINDA INEXPLORADO O POTENCIAL CULTURAL E TURÍSTICO COMO FONTE FIXA GERADORA DE EMPREGO E RENDA. Com a palavra os candidatos ao Poder Executivo, que precisam apontar soluções em suas propostas de governo. Por fim inadmissível que o Município tenha apenas uma biblioteca e pouco freqüentada. MAIS BIBLIOTECAS, POLÍTICA DE LEITURA E FREQÜÊNCIA A TAIS LOCAIS. IMPOSSÍVEL ESQUECER QUE O PATRIMÔNIO HISTÓRICO DA BARRAGEM AINDA ESTÁ POR SER TOMBADO E OCUPADO - E O MUSEU HISTÓRICO DO MUNICÍPIO POR SER CRIADO. Heim, senhores Candidatos ??!!

FONTES DE PESQUISA: site senadorpompeuce.vilabol.uol.com.br, Enciclopédia Municipal de de Senador Pompeu, Anuários do Ceará, IPECE, IBGE, Jornal O Povo, Jornal Diário do Nordeste, Livro Barragem do Patu - Os Descaminhos de Uma Obra, Adriano Bezerra, Paróquia Nossa Senhora das Dores, Padre João Paulo.

Espero ter colaborado com a divulgação da história da nossa terra natal, nos seus 112 anos, bem como provocado reflexão em cada pessoa que leu este artigo, inclusive nos candidatos a prefeito e a vereadores do Município quanto à realidade de ontem, de hoje e clarificado a necessidade de mudança de rumo para construção de um futuro melhor. Visitem e divulguem o site e o e-mail adiante: senadorpompeuce.vilabol.uol.com.br valdecyc_alves@yahoo.com.br .

3 comentários:

Semanal de Bordo disse...

Muito interessanre o raio x levantado sobre Senador Pompeu. O que você expôs tem tudo a ver com uma campanha política que poderia melhorar a cara e a situãção da cidade e município. O que os políticos infelizmente se atracam é somente em relação ao poder e não o foco maior que é o povo. Se a educação, a cultura, a saúde fossem prioridade, não haveria tanta demanda, tanta procura por uns míseros trocados do governo; não haveria tantos jovens que ficam à sombra de aposentadorias de pais e avós; ue não haveria tanto êxodo em busca de melhores terras. Que os candidatos buscassem debater seus planos de governo, não atacando um ao outro, mas mostrando seus planos em benefício tão somente do povo.

e agora? disse...

Olá você também é autor de O Mariticidio?

Gostaria de saber o e-mail de contato da Câmara de Senao Pompeu. Em junho será realizado o ENCONTRO NACIONAL DE PARLAMENTARES!

POESIAS &; CRÔNICAS disse...

Como filho da terra venho louvar o siginicante Artigo do grande Valdecy, expondo fatos da minha terra Natal. Parabéns Poeta.

Related Posts with Thumbnails