sábado, 24 de março de 2012

PROFESSORES DE TRAIRI REAFIRMAM GREVE E QUE NÃO ACEITARÃO O ASSASSINATO DA CARREIRA DA CATEGORIA! ESTÃO PREPARADOS PARA UMA VERDADEIRA GUERRA EM DEFESA DA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE E DO DIREITO ADQUIRIDO!

Dona Francisca Presidenta do SISPUMT
Coordena a Assembleia onde a categoria reafirmou sua disposição de manter a greve


Em 24/03/2012, os professores de Trairi, através do seu combativo sindicato - http://sispumt.blogspot.com.br/2012/03/trairi-comando-de-greve-visitam-escolas.html -  fizeram assembleia decisiva reafirmando a continuidade da greve e que não aceitarão a destruição da carreira da categoria.  



Dr. Valdecy Alves - advogado do SISPUMT
Debate sobre a constitucionalidade do direito à carreira
 Para se ter, ideia atualmente a diferença entre a classe de nível médio e a classe de nível superior é de 22%; já a diferença entre a classe graduada e a pós-graduada é de 15%. COM O PROJETO DE LEI ENVIADO PARA CÂMARA MUNICIPAL, QUE A CATEGORIA MOBILIZADA ATRAVÉS DO SINDICATO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS CONSEGUIU TIRAR DE VOTAÇÃO,  o município pretende reajustar o piso para nível médio para R$ 1.451,00, que é o piso pirata do MEC. 



LEMBRANDO QUE NO MUNICÍPIO EXISTEM APENAS 47 professores com nível médio, o que provocará um impacto mensal de aumento de folha de pagamento de R$ 12.408,00/MÊS. ESTE É O CUSTO PARA TRAIRI PAGAR O PISO PIRATA.


Já baixando a diferença entre a classe graduada e nível médio de 22% para 6% . Cada professor graduado  perderá por mês R$ 234,00, como são mais de 500 professores graduados, o Município economizará, ENXUGANDO A CARRREIRA PARA SEMPRE, R$ 122.850,00 por mês. 



Categoria debate - firme - forte - não aceitará o assassinato da carreira

NA VERDADE ACABA COM A CARREIRA DO MAGISTÉRIO E PAGARÁ O PISO PIRATA COM O ECONOMIZADO DOS GRADUADOS, TRATADOS COMO DESPESA, NÃO COMO PROFESSORES COM FORMAÇAO E FORMAÇÃO ESSENCIAL PARA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO EM TRAIRI.  ASSIM O MUNICÍPIO TERÁ LUCRO COM AS VERBAS DO FUNDEB E DEIXARÁ DE SER PODER PÚBICO, PARA AGIR COMO EMPRESA PRIVADA E ESCRAVIZADOR DO PROFESSOR GRADUADO. Como o piso do graduado é a base para o cálculo do piso do pós-graduado, o prejuízo para este ocorre naturalmente num efeito dominó negativo.  


Dr. Frid - advogado sindical - reforça o direito de greve e o direito à manutenção da carreira

Em 2012, já ficou claro que os municípios do Ceará pagarão o PISO PIRATA DO MEC, como piso mínimo, sendo que o movimento sindical buscará na Justiça o que falta para R$ 1.773,00, que é o piso legal, conforme a fórmula contida no artigo 5º, da Lei do Piso, E POR FORÇA DE LEI O PISO,  INICIAL DE QUALQUER CARREIRA. O QUE FOI JULGADO CONSTITUCIONAL E É PUBLICAMENTE DEFENDIDO PELA FETAMCE –  www.fetamce.org.br

Categoria aprovou cronograma de atividades par os próximos 07 dias
NÃO ESTÁ PARA BRINCADEIRA - VEREADOR QUE TRAIR PROFESSOR
APROVANDO O FIM DA CARREIRA
SOFRERÁ CAMPANHA PARA NÃO SER REELEITO
MAS A BATALHA SE DÁ NA PROTEÇÃO AOS PLANOS DE CARREIRA, que os municípios já mexeram no ano passado e agora alteram para pior. ACABANDO DE VEZ COM A CARREIRA, garantido como direito líquido e certo no artigo 206, V, da Constituição Federal, portanto um princípio constitucional:

Art. 206. O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios:
V - valorização dos profissionais da educação escolar, garantidos, na forma da lei, planos de carreira, com ingresso exclusivamente por concurso público de provas e títulos, aos das redes públicas;

ESTA É A CAUSA DA GREVE EM TRAIRI, A CAUSA DO ESTADO DE GREVE EM TABULEIRO DO NORTE, DA GRANDE GREVE DE CRATEÚS EM 2009 E DA GREVE DOS PROFESSORES DE FORTALEZA EM 2011.  


A categoria está pronta para uma guerra

Quanto a 1/3 da jornada para atividade extraclasse, direito que a categoria arrancou na exitosa greve de 2011. Já implementado pelo Município. Por isso o Município deve ter cuidado, porque a categoria não está para brincadeira.

A categoria aprovou o seguinte cronograma de atividades entre o dia 26/03/2012 e o dia 31/03/2012:

26/03 – Segunda Feira – Reunião do comando de greve e contatar OAB;
27/03 – Reunião com vereadores para buscar nova proposta do Município;
28/03 – Assembleia para avaliar proposta apresentada pelo Município;
29/09 ou 30/03 – Reunião com OAB e Ministério Público em Fortaleza;
30/03 – Visita à PROCAP na PGJ – VIOLAR CARREIRA E CRIME;
31/03 -  Nova assembleia para aprovar novo cronograma de atividades.

A CATEGORIA REAFIRMOU NA ASSEMBLEIA QUE ENTROU EM GREVE COM PLENA CONSCIÊNCIA DO QUE ESTÁ REIVINDICANDO, QUE  É  A MANUTENÇÃO DO PLANO DE CARREIRA. NENHUMA REIVINDICAÇÃO NOVA, A NÃO SER MANTER O DIREITO ADQUIRIDO; QUE RADICALIZARÁ O MOVIMENTO; QUE EXPORÁ PUBLICAMENTE OS VEREADORES QUE TRAÍREM A CATEGORIA, POIS  VOTAR CONTRA CARREIRA DE PROFESSOR  EM ANO ELEITORAL PODE PREJUDICAR MUITOS CANDIDATOS À REELEIÇÃO! QUE NÃO ESTÁ PARA BRINCADEIRA E NÃO ACEITARÁ O ASSASSINATO DA CARREIRA DO MAGISTÉRIO EM TRAIRI. O MUNICÍPIO JÁ ACABOU COM O DIREITO AO FGTS, AGORA QUER ACABAR COM A CARREIRA DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO. O QUE NÃO SERÁ PERMITIDO! QUE SE PREPARE PARA UMA VERDADEIRA GUERRA!

Um comentário:

Edilson Martins disse...

Dr. Veldecy, infelizmente o Piso de R$ de1.451,00 prevalecerá. Mas permiti que o Planos de Carreira sejam rasgados na proporção que estamos vendo não dá. Em Crateús tembém estamos na mesma peleja. A direfença entre classes (médio e graduado) que seria para ser 25%, está apenas com 16%, como se não bastasse querem reduzir para 8,5%. Tem tudo para outra ter outra greve aqui também. Essa é a orientação da APRECE: pagar R$1.451,00, o resto é resto! Só a luta nos salvará! Todo nosso apoio aos companheiros/as de Trairi!

Related Posts with Thumbnails