domingo, 9 de fevereiro de 2014

SERVIDORES MUNICIPAIS DE MONSENHOR TABOSA DÃO ULTIMATO AO PREFEITO E APROVAM POR UNANIMIDADE A CAMPANHA SALARIAL 2014! O MUNICÍPIO SERÁ DENUNCIADO PARA QUE PARE DE SE APROPRIAR DOS DESCONTOS DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS E DAS VERBAS DO INSS!

Aprovada Campanha Salarial por Unanimidade em Monsenhor Tabosa - Ceará

POR UNANIMIDADE APÓS RICO DEBATE: os servidores municipais de Monsenhor Tabosa , em assembleia convocada pelo Sindicato dos Servidores - SINDSERP - aprovaram a campanha salarial 2014. São cerca de 30 pontos, mas há 05 que serão colocados na mesa imediatamente:

1) Reajuste para os servidores que tomaram posse ganhando acima do salário mínimo e hoje só ganham o mínimo, a maioria servidores com segundo grau ou com cargos técnicos;

2) Plano de Carreira para todos, já que é um direito previsto na Constituição desde 1988 e forma de valorização do servidor;

3) Implementação ainda em fevereiro de 2014 de 1/3 extraclasse e disso a categoria não abrirá mão. Se o Município não respeitar o direito, a partir de março os professores de Monsenhor Tabosa, por conta própria implantarão o direito;

4) Defesa intransigente e incondicional do piso legal para o professor de R$ 1.851,26, para nível médio, depois aplicando-se o plano de carreira local. A aprovação do piso do MEC, defendido pelo prefeito, pelos patrões e pela Confederação Nacional dos Municípios, será considera apenas um adiantamento do direito ao piso. A diferença de R$ 154,00 para atingir o valor do piso legal será buscada por todos os meios;

5) A CATEGORIA RESOLVEU DAR UM BASTA NA APROPRIAÇÃO PELO MUNICÍPIO DAS VERBAS DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS E DA PREVIDÊNCIA SOCIAL, pois os servidores estão revoltados em terem descontadas as mensalidades dos empréstimos consignados em seu contracheque, mas o Município não repasse para os bancos. Dezenas de servidores tiveram o nome negativado no SPC. O mesmo está ocorrendo com o desconto da previdência na folha de pagamento de cada um, que não está sendo repassado para o INSS. Os bancos serão notificados a cessarem os abusos. O Município será acionado e denunciado ao Ministério Público Federal para que tais ilegalidades cessem imediatamente! PELO VISTO NÃO HÁ DINHEIRO QUE CHEGUE PARA OS GESTORES DE MONSENHOR TABOSA! AFINAL, O QUE ESTÁ ACONTECENDO???

A LUTA TEM INÍCIO: o servidor está ciente de que 2014 é ano em que a conjuntura favorece a luta. Ano eleitoral, o que é politicamente favorável. Ano de copa, em quer circularão muitas receitas. Tiveram acessos aos repasses de verbas para Monsenhor Tabosa em  2014, de todos os recursos e do FUNDEB.  REPASSES MILIONÁRIOS E MUITO DINHEIRO CREDITADO NA CONTA DO MUNICÍPIO. Logo, o contexto econômico em 2014 é também favorável a todas reivindicações. PORTANTO A CATEGORIA VAI À LUTA, ADOTANDO AS ESTRATÉGIAS MAIS EFICAZES, SEM TEMOR E NUM CONTEXTO FAVORÁVEL AO PLEITEADO. Por isso, os servidores seguem firmes para vitória!

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails